Instituto Inhotim, em Brumadinho, permanece fechado até 31 de janeiro

Local não foi atingido pela lama, mas evacuou visitantes às pressas no dia da tragédia

São Paulo – O Instituto Inhotim, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, informou em nota que permanecerá fechado até o dia 31 de janeiro “em solidariedade à comunidade de Brumadinho e a todos os atingidos pelo rompimento da barragem da Mina do Feijão”. O local não foi atingido pela lama, mas evacuou visitantes às pressas no dia da tragédia.

Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros retomaram nesta segunda-feira, 28, as buscas por vítimas do rompimento da barragem da mineradora Vale. O desastre ocorreu na tarde de sexta-feira, 25, e deixou dezenas de mortos, feridos e centenas de desaparecidos, segundo balanços divulgados por autoridades. Ainda não há informações sobre as causas do acidente.

“A Instituição está toda mobilizada para prestar assistência aos atingidos e aos nossos funcionários e funcionárias. Estamos em contato com os órgãos competentes para entender os impactos do desastre e traçarmos conjuntamente medidas para minimizar os danos”, disse o instituto em nota.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.