Ibirapuera e outros 69 parques da cidade de SP reabrem na segunda-feira

Os parques vão funcionar somente aos finais de semana, com horário reduzido e capacidade limitada

A prefeitura de São Paulo vai reabrir 70 dos mais de 100 parques municipais existentes na cidade a partir do dia 13 de julho.

O prefeito Bruno Covas (PSDB) disse, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 8, que o Parque do Ibirapuera e o Parque do Carmo, os maiores da cidade, estão entre os que reabrem. Eles vão funcionar das 6h às 16h.

Os demais parques funcionam das 10h às 16h. Todos abrem somente entre durante a semana, de segunda a sexta.

A capacidade será limitada a 40% e a entrada controlada. O uso de máscara será obrigatório, os bebedouros serão fechados, além disso será proibido atividades em grupo. 

Os permissionários poderão voltar a funcionar, respeitando os protocolos sanitários. Os parquinho infantis permanecerão fechados.

Segundo Covas, o Minhocão vai continuar fechado aos finais de semana, assim como não haverá o fechamento para carros da Avenida Paulista aos domingos.

"Estes dois lugares há muita aglomeração e com muitos pontos de entrada, o que faz com que o controle seja muito difícil. Eles só serão abertos quando os parques também abrirem aos finais de semana", explicou o prefeito.

Academias

Em relação às academias, Bruno Covas disse que a prefeitura está terminando de redigir a minuta com todo os protocolos de segurança que permitam a reabertura deste setor.

"Amanhã [sexta-feira] deveremos assinar o protocolo com o setor de academias para que possam reabrir já a partir desta segunda-feira, dia 13 de julho, na cidade de São Paulo", afirmou.

Veja a lista dos parques abertos

Estão neste primeiro grupo 59 parques urbanos e lineares: Jardim da Luz, Aclimação, Independência, Buenos Aires, Ibirapuera, Cemucam, Alfredo Volpi, Carmo, Piqueri, Vila dos Remédios, Anhanguera, São Domingos, Raposo Tavares, Lions Clube Tucuruvi, Raul Seixas, Santa Amélia, Burle Marx, Eucaliptos, Chácara das Flores, Tiquatira – Eng. Werner Zulauf, Ipiranguinha, Trote, Parelheiros, Povo – Mario Pimenta Camargo, Vila Prudente – Ecológico Prof. Lydia Natalízio Diogo, Rapadura, Itaim, Fogo, São José, Sapé, Água Vermelha, Aricanduva, Vila do Rodeio, Consciência Negra, Jardim Sapopemba, Sena, Ten. Brig. Faria Lima, Juliana de Carvalho Torres – Cohab Raposo Tavares, Zilda Arns, Lajeado – Izaura Pereira Franzolin, Canivete, M’Boi Mirim, Barragem de Guarapiranga, Ciência, Mongaguá, Rio Verde, Ribeirão Caulim, Ribeirão Cocaia, Cantinho do céu, Sete Campos, Jardim Prainha, Guabirobeira – Mombaça, Jardim da Conquista, Ribeirão Oratório, Sapopemba (Aterro), Feitiço da Vila, Chácara do Jockey e Jardim das Perdizes. O Parque Nair Bello, em Itaquera, será entregue nos próximos dias.

Fazem parte dos espaços abertos cinco Parques Naturais Municipais, que terão seu funcionamento retomado conforme o projeto-piloto de visitação, iniciado antes da pandemia. Cada unidade abrirá um dia na semana, de segunda a quinta, das 10h às 16h. São eles: PNMs Jaceguava (segunda-feira); Itaim (terça-feira), Fazenda do Carmo (terça-feira), Varginha (quarta-feira) e Bororé (quinta-feira). As unidades permanecerão fechadas de sexta a domingo.

Estão incluídas também as 6 áreas de preservação, o PNM Cratera de Colônia: Reserva do Morumbi, Quississana, Ecológico de Campo Cerrado Alfred Ústeri, Savoy City e Altos da Baronesa. O acesso a essas unidades é concedido apenas para fins de pesquisa, mediante agendamento.

Parques fechados

Outros parques urbanos e lineares permanecem fechados: Trianon, Guarapiranga, Previdência, Nabuco, Lina e Paulo Raia, Rodrigo de Gásperi, Vila Guilherme, Luiz Carlos Prestes, Severo Gomes, Chico Mendes, Jardim Felicidade, Santo Dias, Cidade de Toronto, Ermelino Matarazzo, Colinas de São Francisco, Jacintho Alberto, Cordeiro Martin Luther King, Castelo, Nove de Julho, Shangrilá, Zilda Natel, Guaratiba, Vila Sílvia, Pinheirinho D’Água, Herculano, Guanhembu, Praia de São Paulo, Casa Modernista, Mário Covas, Leopoldina, Benemérito Brás, Águas, Senhor do Vale, Central do Itaim, Nebulosas, Tatuapé, Chuvisco e Nascentes do Ribeirão Colônia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também