Haddad faz 1º evento público com Lula e Dilma

No intuito de alavancar a candidatura de Haddad, o ex-presidente Lula deve dar entrevista ao programa do Ratinho no SBT, na próxima Terça-feira (22)

São Paulo - O pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou nesta sexta que a opinião da presidente Dilma Roussef e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva serão levadas em conta na campanha política, porque ambos "são lideranças importantes no País em qualquer eleição". A afirmação do ex-ministro da Educação foi feita após visita à exposição Guerra e Paz, no memorial da América Latina, em São Paulo. Antes da exposição, Haddad Dilma e Lula almoçaram juntos num restaurante da região da Barra Funda, na Zona Oeste.

Para Haddad, "é óbvio que os apoios políticos contam, mas eles não são o ingrediente mais importante das eleições". De acordo com o ex-ministro, as propostas e os currículos dos candidatos devem ser levados em conta nas eleições. Haddad aproveitou para criticar indiretamente a administração do atual prefeito Gilberto Kassab (PSD), que apoiará o seu principal adversário neste pleito, o pré-candidato do PSDB, José Serra. "Uma cidade com problemas crônicos, com problemas de governo", disse Haddad.

No intuito de alavancar a candidatura de Haddad, o ex-presidente Lula deve dar entrevista ao programa do Ratinho no SBT, na próxima Terça-feira (22). A estratégia faz parte da agenda assumida por Lula para a pré-campanha petista. Hoje foi o primeiro evento público de Lula e Dilma com Haddad em São Paulo. Embora a ideia tenha sido posar ao lado dos seus padrinhos políticos, Haddad manteve-se tímido durante todo o evento. Haddad só apareceu ao lado dos dois no final da exposição, para a foto oficial.

Durante o evento, Dilma ganhou de João Candido Portinari, filho do artista, um pingente de ouro com a imagem de um espantalho, que, segundo dizia Portinari em vida, "era o seu autorretrato". Lula ganhou uma placa de agradecimento do projeto Guerra e Paz por ter sido o primeiro presidente brasileiro a mencionar os painéis do pintor em discurso na ONU. O Instituto Lula recebeu uma escultura do artista plástico Sérgio Campos inspirado nos painéis Guerra e Paz.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.