A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Governo venderá imóveis para reforçar caixa, diz jornal

Segundo reportagem do Globo, imóveis e terrenos que têm pouca utilidade ou alto custo para administração serão vendidos

São Paulo - Para reforçar o caixa, o governo está preparando um programa de vendas de ativos. Segundo uma reportagem do “O Globo”, a medida tem duas frentes.

A primeira é desfazer de imóveis e terrenos que têm pouca utilidade ou alto custo para administração. A segunda é é alienar a folha de pagamento dos servidores públicos.

Em entrevista ao jornal, o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou que além da venda de imóveis, será revisado a ocupação de prédios da União que hoje estão subaproveitados e poderiam acomodar mais de um órgão (uso compartilhado).

Por ano, a União desembolsa 1,1 bilhão de reais com o aluguel de dois mil imóveis, sendo 950 milhões de reais no Brasil e mais 170 milhões de reais no exterior.

Sobre o leilão da folha de pagamento de servidores, O Globo afirma que está programado para ocorrer no segundo semestre. A modelagem ainda está em estudo, mas a licitação deverá ser feita por lotes (grupamentos por estados).

Hoje, os pagamentos de 1,2 milhão de funcionários civis (entre pessoal na ativa, aposentados e pensionistas), no valor de 139,9 bilhões de reais por ano, estão concentrados, em sua maioria, no Banco do Brasil, que não remunera a União pelo privilégio.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também