Brasil

Governo de SP usa maior Tatuzão da América Latina em obra da Linha 2-Verde; veja fotos

Tuneladora chega à segunda estação e avança na ampliação da Linha 2-Verde de Vila Prudente a Penha

Tatuzão em obra da Linha 2-Verde do Metrô (Governo do Estado de SP/Divulgação)

Tatuzão em obra da Linha 2-Verde do Metrô (Governo do Estado de SP/Divulgação)

Mateus Omena
Mateus Omena

Repórter da Home

Publicado em 27 de junho de 2024 às 16h17.

Tudo sobreEstado de São Paulo
Saiba mais

O Governo de São Paulo vai contar com o maior Tatuzão da América Latina nas obras da futura estação Anália Franco, para impulsionar a conclusão de mais uma etapa na construção dos túneis da expansão da Linha 2-Verde do Metrô.

A operação estenderá a linha da Vila Prudente até a Penha e conta com investimento de R$ 13,3 bilhões do governo.

Batizada de "Cora Coralina", a tuneladora Shield percorreu 1,6 km desde o início no canteiro do Complexo Rapadura, removendo 141 mil m³ de terra.

O trecho foi revestido com 873 anéis de concreto, abrangendo as estações Vila Formosa e Anália Franco. No último ciclo de escavação, iniciado em maio no poço Coxim, na região da Vila Formosa, foram escavados 400 metros com a instalação de 253 anéis.

O equipamento passará por cerca de 20 dias de manutenção antes de retomar a escavação em direção à futura estação Santa Clara, com uma parada no poço Cestari. O destino final desta etapa é o poço Falchi Gianini, localizado próximo à estação Vila Prudente (já em operação), passando também pela estação Orfanato.

Após a conclusão deste trecho, o Shield será desmontado e remontado no canteiro de obras da estação Penha, para escavar em direção ao Complexo Rapadura, completando todo o túnel.

Ampliação da Linha 2-Verde

A ampliação da Linha 2-Verde ocorre entre Vila Prudente e Penha, para construir mais 8,4 km de vias (sendo 8 km operacionais) e oito novas estações, atravessando a zona leste de São Paulo.

A meta do governo do estado é concluir a primeira etapa, de Vila Prudente a Vila Formosa, até 2026, enquanto o segundo trecho, de Vila Formosa a Penha, está previsto para 2027.

Quando for concluído, o novo trecho pode agilizar o trajeto dos moradores da região leste e facilitar a chegada às demais regiões de São Paulo, além de redistribuir a demanda de passageiros nas demais linhas de metrô e trem.

 

Acompanhe tudo sobre:Metrô de São PauloMetrôssao-paulo

Mais de Brasil

Mísseis de longo alcance dos EUA na Alemanha apontam para um retorno à 'guerra fria', diz Kremlin

Câmara aprova em primeiro turno PEC da Anistia; veja o que muda

Abin Paralela: tudo o que se sabe sobre monitoramento de ministros do STF, políticos e jornalistas

Novo Ensino Médio: reforma libera escolas a trocar trabalho remunerado ou voluntário por aulas

Mais na Exame