Fuvest: inscrições para vestibular da USP estão abertas até 23 de setembro

1ª fase será realizada no dia 4 de dezembro deste ano, enquanto as provas da 2ª fase estão agendadas para os dias 8 e 9 de janeiro
No ato da inscrição, os candidatos devem indicar apenas uma carreira e escolher, em ordem decrescente, até quatro cursos desejados desta carreira (USP Imagens/Divulgação)
No ato da inscrição, os candidatos devem indicar apenas uma carreira e escolher, em ordem decrescente, até quatro cursos desejados desta carreira (USP Imagens/Divulgação)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 15/08/2022 às 20:27.

A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) abriu nesta segunda-feira, 15, as inscrições para o vestibular 2023, que destina vagas para estudar na Universidade de São Paulo (USP). Os interessados devem realizar a matrícula no site da fundação até as 12h de 23 de setembro e pagar a taxa de inscrição de R$ 191,00 até o dia 27 do mês que vem.

Datas das provas da Fuvest

A Fuvest também divulgou as datas das provas: a 1ª fase será realizada no dia 4 de dezembro deste ano, enquanto as provas da 2ª fase estão agendadas para os dias 8 (Português e Redação) e 9 de janeiro (prova de disciplinas específicas de acordo com a carreira escolhida). Os exames de habilidades específicas (exigidas para os cursos de artes cênicas, artes visuais e música) serão aplicadas entre os dias 11 e 14. A previsão é que os resultados em primeira chamada sejam divulgados em 30 de janeiro.

Documentos para inscrição

Para realizar a inscrição para a prova, o candidato deverá utilizar, de forma obrigatória, o seu próprio número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o número do seu documento de identidade (RG). Instruções para obtenção do CPF podem ser encontradas no site da Receita Federal. Caso o candidato seja estrangeiro e não possua CPF, deverá entrar em contato com o sistema de atendimento "Fale conosco", da Fuvest.

Para o cadastro inicial, a pessoa precisa anexar uma foto que destaque o rosto do candidato (evitar acessórios e fundos com muitos detalhes). O retrato anexado no ato da inscrição será usado para o reconhecimento facial nos dias dos exames. A Fuvest informa também que o candidato poderá optar pela utilização do nome social, que é a designação pela qual a pessoa travesti ou transexual se identifica e é socialmente reconhecida, nos termos do Decreto nº 8.727/2016.

Em todas as etapas que envolvem o Concurso Vestibular, os inscritos devem usar os documentos de identidade. São aceitos os documentos expedidos pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, Carteira Nacional de Habilitação (com foto), Carteira de Trabalho e Previdência Social, e também documentos expedidos por Ordens ou Conselhos Profissionais que valem como documento de identidade em todo o País.

LEIA TAMBÉM: Vestibular da Unicamp terá reconhecimento facial para evitar fraudes em cotas

Estrangeiros e Indígenas

Para o candidato de nacionalidade estrangeira são válidos a Carteira de Registro Nacional Migratório (CRNM), Carteira de Identidade de Estrangeiro (CIE) e Passaporte. Para o candidato solicitando refúgio no Brasil, será aceito Documento Provisório de Registro Nacional Migratório emitido pela Polícia Federal do Brasil.

Já para os autodeclarados indígenas que não são registrados civilmente como indígenas, é necessário a apresentar a Certidão do Registro Administrativo expedida pela FUNAI (RANI).

Pessoas com deficiência

Pessoas com deficiência também precisam comprovar, por meio de laudo médico, a respectiva situação clínica. A documentação comprobatória deve ter sido emitida em 2021 ou 2022; informar a condição de saúde do candidato; indicar o Código Internacional de Doenças (CID); informar os recursos específicos necessários para a prova; ser escrita em letra legível; conter a assinatura e o carimbo do médico, com o CRM ou assinatura digital com código de autenticação oficial, entre outras obrigações.

Documentos não aceitos

A Fuvest não aceita como documento de identidade: certidão de nascimento, título de eleitor, carteira ou caderneta escolar, carteirinha de estudante; documentos de identidade onde conste a expressão “não alfabetizado” ou “infantil”. Documentos em versões digitais também não serão aceitos porque o candidato estará proibido de acessar dispositivos eletrônicos durante a prova.

Cursos da Fuvest

No ato da inscrição, os candidatos devem indicar apenas uma carreira e escolher, em ordem decrescente, até quatro cursos desejados desta carreira.

Os dez cursos mais concorridos no vestibular de 2022 foram: medicina, em São Paulo, com uma relação de 124,8 candidatos por vaga; medicina, em Ribeirão Preto (100,8); medicina, em Bauru (96,1); psicologia, em São Paulo (62,2); relações internacionais em São Paulo (47,2); ciências biomédicas, em São Paulo (45); curso superior do audiovisual, em São Paulo (43,3); psicologia, em Ribeirão Preto: (39,2); design, em São Paulo (34,7) e medicina veterinária, em São Paulo (33,9).

Vagas ofertadas pela Fuvest

Para o vestibular 2023, a USP vai oferecer 11.147 vagas. Das 8.230 vagas oferecidas pela Fuvest, 4.961 serão reservadas para ampla concorrência (AC), 2.173 vagas para candidatos que completaram o Ensino Médio em Escola Pública (EP) e 1.096 para alunos que se autodeclaram pardos, pretos e indígenas (PPI) e que também cursaram todo o Ensino Médio em escolas públicas. As outras 2.917 vagas serão oferecidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) que utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Para mais informações sobre o vestibular, os estudantes podem consultar o site da Fuvest e também acessar o Manual do Candidato. O documento apresenta as datas, horários de provas e fechamentos dos portões, detalhamentos sobre os cursos e mais dados sobre o fluxograma da prova.

LEIA TAMBÉM:

Vestibular da Fuvest começa hoje com medidas sanitária contra a covid

Veja os 10 cursos mais concorridos para a Fuvest