Acompanhe:

Fintech agro capta R$ 100 mil por hora em rodada de investimentos 

A startup gaúcha Essent Agro está presente em quase todos os estados brasileiros e promete simplificar a gestão financeira e tributária

Modo escuro

Continua após a publicidade
Essent Agro nasceu em 2018. (Divulgação/Divulgação)

Essent Agro nasceu em 2018. (Divulgação/Divulgação)

G
Gilson Garrett Jr

Publicado em 28 de junho de 2021 às, 18h39.

Última atualização em 28 de junho de 2021 às, 19h28.

O CEO da startup gaúcha Essent Agro, Giandrei Basso, se surpreendeu na última semana ao captar 100.000 reais por hora em uma rodada de investimentos. Quase 260 investidores se tornaram sócios da empresa com cotas a partir de 800 reais. A captação, feita por meio da CapTable, atingiu a meta de 700.000 reais em 7 horas.

O valor representa um recorde para a startup, que nasceu em 2018 em Tucunduva, no Rio Grande do Sul. O modelo de negócios promete ajudar produtores rurais e contadores com a gestão financeira, em especial a tributária. Com o complexo sistema de pagamentos de impostos no Brasil, uma mudança na forma de calcular um tributo gera uma economia. O custo do serviço é de 247 reais mensais.

“Fomos surpreendidos com essa rodada de negócios, não imaginávamos que seria tão rápida. Isso prova que o nosso negócio tem tudo para crescer ainda mais, principalmente porque o setor agro está em um momento totalmente diferente da economia brasileira”, diz Basso.

A agroindústria foi a que mais cresceu no primeiro trimestre de 2021, com alta de 5,7% em relação aos três meses anteriores. O setor foi destaque na composição do produto interno bruto (PIB) do país, que teve um crescimento acima do esperado no começo do ano.

E é justamente nesta onda crescente que a fintech pretende surfar. Atualmente a startup tem mais de 400 produtores de quase todos os estados brasileiros que contrataram seus serviços financeiros. O faturamento passou de 16.000 reais em 2019 para 386.000 reais em 2020. No primeiro trimestre, a Essent Agro cresceu 33% e a expectativa é que o faturamento dobre em 2021.

Na avaliação de Giandrei Basso o que chamou a atenção de investidores com cotas menores é a previsão de retorno acima do mercado. Nos próximos dois anos não haverá distribuição de dividendos, que serão utilizados para escalonar ainda mais o negócio.

“Nosso valuation hoje é de 10 milhões de reais. Em cinco anos somos obrigados a fazer um IPO, com um valuation que deve ficar entre 80 milhões e 100 milhões de reais. Com a situação financeira e os rendimentos de aplicações muito baixos ou quase negativos, eles viram uma oportunidade de valorizar os investimentos”, explica.

Todo o dinheiro arrecadado nessa rodada de negócios será utilizado para a expansão. A Essent Agro vai destinar 34% dos recursos para a área de vendas e marketing, com o objetivo de aumentar a cartela de clientes. Outros 32% serão voltados para contratações, e 30% para tecnologia e desenvolvimento de produtos. Os 4% restantes ficam para a aquisição de equipamentos, buscando melhorar o desempenho da plataforma.

Últimas Notícias

Ver mais
Projeto de lei quer proibir que motorista de aplicativo cobre passageiro pelo uso do ar-condicionado
Brasil

Projeto de lei quer proibir que motorista de aplicativo cobre passageiro pelo uso do ar-condicionado

Há 3 horas

Empregados de Furnas recorrem de decisão do STF que liberou AGE da Eletrobras
Brasil

Empregados de Furnas recorrem de decisão do STF que liberou AGE da Eletrobras

Há 4 horas

TSE vota amanhã regra para inteligência artificial nas eleições
Brasil

TSE vota amanhã regra para inteligência artificial nas eleições

Há 4 horas

Multas eleitorais podem ser pagas com Pix, boleto ou cartão de crédito
Brasil

Multas eleitorais podem ser pagas com Pix, boleto ou cartão de crédito

Há 4 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais