Fies: renegociação já ultrapassa as 136 mil adesões, com R$ 3,7 bi em descontos

No último dia 1º, o banco público lançou um aplicativo que permite a solicitação da renegociação em seus canais digitais
Ao todo, foram R$ 3,7 bilhões em descontos (Rafael Henrique/Getty Images)
Ao todo, foram R$ 3,7 bilhões em descontos (Rafael Henrique/Getty Images)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 09/09/2022 às 17:48.

Última atualização em 09/09/2022 às 17:52.

A Caixa Econômica Federal (CEF) informou nesta sexta, 9, que as adesões à renegociação do saldo devido no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ultrapassam as 136 mil desde a publicação da medida provisória 1.090, de 30 de dezembro do ano passado, que permitiu a negociação dos débitos. Ao todo, foram R$ 3,7 bilhões em descontos.

No último dia 1º, o banco público lançou um aplicativo que permite a solicitação da renegociação em seus canais digitais. Foram cerca de R$ 395 milhões em descontos pelo canal. A CEF afirma que a dívida média é de R$ 38 mil por contrato, e que em 87% dos casos, os clientes optaram por liquidar o saldo devido.

A plataforma permite a renegociação de parcelas com descontos de até 99% de forma totalmente digital, simular as opções disponíveis e ainda gerar boletos.

A resolução do governo federal permite a renegociação de contratos do Fies assinados até 2017. Segundo a Caixa, 1,2 milhão de estudantes e ex-estudantes poderão renegociar débitos com o banco.

LEIA TAMBÉM:

Renegociação de dívidas do Fies já pode ser feita em novo aplicativo; veja o passo a passo

Banco do Brasil inicia nesta quinta renegociação de dívidas do Fies