A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Fenam critica manutenção de vetos à Lei do Ato Médico

Presidente da Fenam diz que sociedade perde com a decisão, pois "as equipes de saúde são multidisciplinares e os profissionais precisam um do outro"

Brasília - A manutenção pelo Congresso dos vetos presidenciais à Lei do Ato Médico, que regulamenta a medicina, foi criticada hoje (21) pela Federação Nacional dos Médicos (Fenam). O presidente da entidade, Geraldo Ferreira, disse, em nota, que a categoria continuará a lutar por "dignidade do exercício da medicina, condições de trabalho adequadas, remuneração justa e melhor financiamento da saúde pública".

Os vetos à Lei do Ato Médico foi o assunto que mais causou tensão nos debates que se estenderam até as 22h de ontem (20). A maioria dos 458 deputados e 70 senadores que participaram da sessão decidiu acatar os vetos, inclusive o do artigo que define que apenas médicos podem fazer diagnósticos e prescrições.

"Esperávamos pela derrubada [dos vetos do Palácio do Planalto], mas a manutenção não vai enfraquecer nossa luta em defesa da profissão e de uma assistência de qualidade à população”, disse Ferreira na nota.

Na avaliação do presidente da Fenam, a sociedade perde com a decisão. "As equipes são multidisciplinares e os profissionais precisam um do outro. Não pode haver equipes de trabalho sem a presença de médicos, como pretende o governo", acrescentou.

Antes da votação, na tarde de ontem (20), profissionais da área de saúde se mobilizaram no Congresso para influenciar a decisão. Com gritos de ordem, os defensores dos dois lados se opuseram no Salão Verde da Câmara dos Deputados. No gramado em frente ao Congresso Nacional foi escrita a frase "Mantenham os vetos".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também