Falta de chuvas prejudica os níveis dos reservatórios em SP

Níveis dos reservatórios dos seis sistemas de abastecimento administrados pela Sabesp continuam em queda

São Paulo - Com o baixo volume de chuva em agosto, os níveis dos reservatórios dos seis sistemas de abastecimento administrados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) continuam em queda. No maior deles, o Cantareira, o nível baixou 0,1 ponto percentual.

O deficit hídrico nesse manancial está em 125,8 milhões de metros cúbicos. A frente fria que passou pela capital paulista e municípios vizinhos provocou apenas alguns chuviscos, insuficientes para minimizar os efeitos da estiagem.

Abastecendo mais de 5 milhões de pessoas, o volume de chuva acumulada no mês, no Cantareira, é apenas 0,9 milímetros (mm).

Nos demais mananciais, também houve recuo no armazenamento. No Alto Tietê, o armazenamento caiu de 15,3% para 15,1%. No Guarapiranga, de 70,1% para 69,9%.

No Alto Cotia, de 55,4% para 55,2%. No Rio Grande, de 83,4% para 83,3% e, no Sistema Rio Claro, de 62,9% para 62,8%.

Na última terça-feira, o governo do estado de São Paulo publicou portaria reconhecendo, oficialmente, como crítica a condição hídrica do estado.

Esse reconhecimento já vinha sendo cobrado há tempos pelo Ministério Público, que, em março deste ano, instaurou um inquérito civil para apurar irregularidades e degradação ambiental em obras no Sistema Alto Tietê para o enfrentamento da crise hídrica.

Diante disso, poderão ser suspensas as licenças de captação particulares de águas superficiais e subterrâneas como forma de priorizar o abastecimento público em vez da agricultura e da indústria.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.