Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Entre amor e ódio, horário de verão começa à meia-noite

O horário de verão começa à meia-noite deste sábado; a população dos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverá adiantar os relógios em uma hora

Modo escuro

Continua após a publicidade
Relógio: Horário de verão vai vigorar até o terceiro domingo de fevereiro de 2019 (coffeekai/Thinkstock)

Relógio: Horário de verão vai vigorar até o terceiro domingo de fevereiro de 2019 (coffeekai/Thinkstock)

J
Júlia Marques, do Estadão Conteúdo

Publicado em 14 de outubro de 2017 às, 09h23.

São Paulo - Enquanto parte do Brasil ajusta os ponteiros para o horário de verão, Edemira Colodetti, de 70 anos, nem esquenta a cabeça. É que na casa da aposentada as horas não andam para frente ou para trás só por causa de uma decisão do governo brasileiro. "O horário de verão é inventado pelo homem. Eu sigo o horário de Deus, da natureza."

Desde que o horário de verão passou a ser adotado anualmente, em 1985, Edemira se rebelou contra a convenção e, na casa onde mora com o marido, Jandyr Bellon, de 77 anos, de janeiro a janeiro os relógios seguem o tique-taque normal.

Assim, viverão, a partir da meia-noite deste sábado, com fuso de uma hora em relação a metade do Brasil, incluindo os vizinhos da pequena localidade de Aracê, de pouco mais de 7 mil habitantes, que pertence ao município de Domingos Martins, no sul do Espírito Santo.

"Nunca coloquei no horário de verão. Às vezes, as visitas vêm e falam: 'Peraí, mas ainda é esse horário?' Aí eu já oriento que meu relógio está uma hora atrasado", diz ela. "E eles almoçam no horário da gente", conta Edemira, que ainda prepara a comida - os vegetais que ela mesma colhe no quintal - no antigo fogão à lenha.

A verdade é que, mesmo se ajustassem os ponteiros, Edemira e Jandyr ainda assim viveriam em outro tempo, que, de tão raro, os moradores das capitais têm até dificuldade de imaginar. Aposentado, Jandyr acorda às 3h30 e até as 10 horas já está almoçando. Janta às 16h30 da tarde e dorme com as galinhas.

Para Edemira, até os animais ficam confusos com as modernidades. "Antes, o galo só cantava às 2 horas. Agora, canta a qualquer hora, porque é muita lâmpada acesa", reclama ela, que, apesar de gostar da vida simples na roça, já se rendeu ao WhatsApp e estica o dia para dormir só depois das 21 horas.

De opinião oposta, a administradora Carla Fazanelli é do time dos adoradores do horário de verão. "Gosto porque anoitece mais tarde, dá a impressão de que o dia está mais comprido", diz ela, que criou uma página no Facebook sobre o assunto para dividir o amor que sente pela mudança anual.

O horário de verão começa à meia-noite do sábado. A população dos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverá adiantar os relógios em uma hora. A mudança segue até fevereiro.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Últimas Notícias

Ver mais
Salário mínimo 2024: qual o valor previsto e quando começa a valer?

Brasil

Salário mínimo 2024: qual o valor previsto e quando começa a valer?

Há 13 horas

Metrô de SP pede indenização milionária a sindicato por causa de greve

Brasil

Metrô de SP pede indenização milionária a sindicato por causa de greve

Há 13 horas

Achou novembro quente? Dezembro tem previsão de temporais e calor pode surpreender

Brasil

Achou novembro quente? Dezembro tem previsão de temporais e calor pode surpreender

Há 14 horas

Governo federal reconhecerá situação de emergência em Maceió, diz Ministério da Integração

Brasil

Governo federal reconhecerá situação de emergência em Maceió, diz Ministério da Integração

Há 15 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais