A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Por ajuste salarial, CUT bloqueia a Avenida Paulista

A concentração começou às 9h30 e reivindica ajuste salarial para as categorias filiadas à central

São Paulo - A Central Única dos Trabalhadores (CUT) faz uma manifestação na manhã desta terça-feira, 15, na Avenida Paulista, em frente à sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

A via foi totalmente fechada no sentido Paraíso.

A concentração começou às 9h30 e reivindica ajuste salarial para as categorias filiadas à central.

Segundo o trajeto informado à Polícia Militar, eles devem seguir na avenida em direção à Rua Augusta, depois até a Avenida Ipiranga e à Praça da República.

A CUT e a Polícia Militar não divulgaram número estimado de participantes no protesto.

Segundo a CUT, mais de 1,8 milhão de trabalhadores têm data-base de reajuste salarial no segundo semestre. Apenas a categoria dos metalúrgicos que devem fazer campanha salarial no semestre soma 602 mil trabalhadores.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também