Doria anuncia “retomada consciente” no estado a partir de 1º de junho

Regiões de Registro, Baixada Santista e Grande São Paulo permanecem em quarentena até 15 de junho; Na capital, também nada ainda muda

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira, 27, detalhes da “retomada consciente“, cuja primeira fase será implementada no estado entre 1º e 15 de junho. 

Segundo mapa apresentado pelo governo, regiões que estão na zonas vermelhas (Registro, Baixada Santista e Grande São Paulo) ficam na quarentena atual até dia 15 de junho.

Nas áreas laranjas (capital de São Paulo, Franca, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista, Piracicaba, Campinas, Taubaté, Barretos, São José do Rio Preto, Araçatuba, Marília e Sorocaba) os prefeitos vão decidir.

O prefeito Bruno Covas (PSDB) esclareceu que nada na capital será reaberto a partir do dia 1º de junho. “A partir do dia 1º vamos começar a receber as propostas dos protocolos de cada setor, que serão validadas pela vigilância sanitária do município. Só depois de o protocolo assinado pelo prefeito é que o setor poderá reabrir”, disse. Maiores detalhes serão repassados em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 28.

Segundo informou o governador, a retomada será possível nas cidades que tiverem redução consistente no número de casos, disponibilidade de leitos nos hospitais públicos e privados e que obedecerem o distanciamento social nos ambientes públicos. O uso de máscaras continuará sendo obrigatório.

É uma retomada segura e consciente. Estaremos acompanhando dia-a-dia a evolução do processo. Se tivermos que dar um passo atrás, não hesitaremos”, disse o governador.

A reabertura de setores da economia será feita em cinco fases, que podem avançar, mas também regredir, caso haja aumento de casos e baixa capacidade de atendimento nos hospitais. O protocolo define que uma região só poderá passar a um maior relaxamento após 14 dias da mudança de fase, mantendo os indicadores de saúde estáveis por um período completo de incubação.

Por enquanto, o governo de São Paulo anunciou a retomada de atividades em etapas, como mostra a imagem a seguir. Um site será disponibilizado com mais de 60 protocolos que cada setor deverá cumprir.

programa reabertura comércio São Paulo

São Paulo é o estado mais afetado pela pandemia de coronavírus no Brasil. Segundo dados mais recentes do Ministério da Saúde, divulgados ontem, 86.017 pessoas contraíram a covid-19 e 6.423 morreram em decorrência da doença. Em número de casos, o estado passou a China, que registra 84 mil testes positivos.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.