"Dono da JBS insistiu muito para falar comigo", diz Temer

O presidente deu a declaração enquanto estava em reunião com deputados no Palácio do Planalto

Brasília - O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira, 18, em reunião com deputados no Palácio do Planalto, que o empresário Joesley Batista, dono da JBS, "insistiu muito" para falar com ele em março, ocasião em que teria gravado o presidente dando aval para compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

"O Michel está bem tranquilo, não vai renunciar coisa nenhuma. Ele disse que atendeu o cara, que insistiu muito para falar com ele. E disse que não falou nada que não fosse republicano", contou o deputado Beto Mansur (PRB-SP), que foi um dos vários deputados que se reuniu com Temer nesta quinta-feira no Palácio do Planalto.

De acordo com Mansur, com a decisão do presidente de não renunciar, a discussão agora é "remontar" a base aliada na Câmara. Um dos cargos que poderá ser usado nessa negociação será o de ministro da Cultura.

O titular da Pasta, Roberto Freire (PPS), anunciou nesta quinta-feira que entregou o cargo, em razão das denúncias contra Temer.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também