Brasil

Distribuição gratuita de medicamentos atinge 14 mi em 2 anos

A distribuição gratuita de 14 medicamentos para diabetes, hipertensão e asma no país chegou a 14 milhões de pessoas em dois anos


	Nos últimos dois anos, o ministério disse que investiu mais de R$ 2 bilhões no programa Farmácia Popular
 (Loic Venance/AFP)

Nos últimos dois anos, o ministério disse que investiu mais de R$ 2 bilhões no programa Farmácia Popular (Loic Venance/AFP)

DR

Da Redação

Publicado em 15 de fevereiro de 2013 às 13h57.

São Paulo - A distribuição gratuita de 14 medicamentos para diabetes, hipertensão e asma no País chegou a 14 milhões de pessoas no País em dois anos.

O Ministério da Saúde informa, em sua página na internet, que o Saúde Não Tem Preço completou dois anos na quinta-feira (14) e impulsionou o atendimento de outro programa.

Segundo o governo, "o total de beneficiados com medicamentos para hipertensão, diabetes, asma, colesterol, glaucoma, rinite, osteoporose, doença de Parkinson, dislipidemia, anticoncepção e fraldas geriátricas pelo programa Farmácia Popular, que engloba o Saúde Não Tem Preço, cresceu de 1,2 milhão em janeiro de 2011 para 5,5 milhões em janeiro deste ano".

Nos últimos dois anos, o ministério disse que investiu mais de R$ 2 bilhões no programa Farmácia Popular. "Foram R$ 763 milhões em 2011 e R$ 1,3 bilhão em 2012. O orçamento para 2013 é de R$ 1,9 bilhão."

Acompanhe tudo sobre:DiabetesDoençasEpidemiasRemédiosSarampo

Mais de Brasil

Enchentes no RS: cidade gaúcha registra primeira morte por leptospirose

Famílias aptas para receber auxílio reconstrução no RS terão que validar cadastro a partir do dia 27

Rio Grande Sul voltará a enfrentar chuvas fortes e massa de ar polar nesta semana, alerta Inmet

Rio de Janeiro recebe FII PRIORITY Summit com o tema “Investir com Dignidade”

Mais na Exame