Delcídio tem claustrofobia e passa mal na prisão, diz jornal

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o senador petista teve a sensação claustrofóbica após ficar sozinho em uma sala sem janelas por 24 horas.

São Paulo – No último fim de semana, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) passou mal na sede da Superintendência da Polícia Federal do Distrito Federal, onde está preso desde a última quarta-feira.

Segundo relato da coluna da Mônica Bergamo do jornal Folha de S. Paulo, o senador teve claustrofobia após passar 24 horas em uma sala sem janelas.

De acordo com o jornal, durante a semana, Delcídio fica em um local considerado favorável até mesmo por familiares: a cela não tem grade e ele tem acesso a uma copa e banheiro por onde os policiais também circulam.

Com menos funcionários no final de semana, os presos, às vezes, precisam ficar trancados. Foi o que aconteceu com o senador no último sábado. 

Ele passou 24 horas detido em uma sala sem janelas e sem autorização para receber visitas – combinação que rendeu a ele a sensação de claustrofobia. 

Ainda segundo a publicação, ele prevê que perderá seu mandato de senador e que todo o prestígio que tinha antes de ser preso não lhe vale mais nada. “Sou só eu agora”, teria dito Delcídio.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.