Brasil

Datafolha: Haddad tem 39%, Tarcísio, 31%, Garcia 23% dos votos válidos

A pesquisa Datafolha, contratada pela Folha e pela TV Globo, ouviu 3.700 pessoas, de sexta-feira a sábado, em 79 municípios

Por Da Redação
Publicado em 01/10/2022 17:29
Última atualização em 01/10/2022 18:58

Tempo de Leitura: 4 min de leitura

O candidato do PT, Fernando Haddad, segue na liderança da eleição para o governo de São Paulo, com 39% dos votos válidos.

Tarcísio de Freitas (Republicanos) aparece em segundo lugar, com 31% dos votos válidos e Rodrigo Garcia (PSDB) tem 23%. Os dados foram divulgados pela pesquisa Datafolha divulgada neste sábado, 1º de outubro.

A pesquisa Datafolha, contratada pela Folha e pela TV Globo, ouviu 3.700 pessoas, de sexta-feira (30) a sábado (01), em 79 municípios. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número SP-09987/2022.

Na pesquisa passada, divulgada no dia 29 de setembro, oex-prefeito da capital paulista Haddad (PT) liderava com 41% dos votos. Tarcísio de Freitas (Republicanos) tinha 31% e o atual governador do Estado, Rodrigo Garcia (PSDB), tinha 22%. A metodologia dos votos válidos desconsidera os votos nulos e brancos e indecisos.

Segundo turno

A Pesquisa Datafolha de intenção de votos para o governo de São Paulo mostra o atual governador Rodrigo Garcia derrotando numericamente o ex-prefeito Fernando Haddad no segundo turno. Contra Haddad, o governador teria 43% dos votos totais contra 42% do petista, um empate técnico segundo da pesquisa. Os votos em brancos e nulos somariam 12% e 3% dos entrevistados não souberam responder.

No cenário de um segundo turno entre Haddad e Tarcísio de Freitas, o petista venceria com 46% dos votos contra 41% do candidato apoiado por Bolsonaro. Os votos brancos e nulos somam 10% e 3% dos entrevistados não souberam responder.

Senado

O candidato Márcio França (PSB) continua a liderar a corrida ao Senado por São Paulo com 45% dos votos válidos, informa a pesquisa Datafolha. O ex-governador é seguido do ex-ministro Marcos Pontes (PL), que tem 31%. No levantamento anterior, da última quinta-feira (29), França tinha 47%, enquanto Pontes marcava 30%.

Entre os demais candidatos, Edson Aparecido (MDB) soma 6% dos votos válidos. Janaina Paschoal (PRTB) tem 5%. Aldo Rebelo (PDT) e Vivian Mendes (UP) contam com 3% cada, enquanto Antônio Carlos (PCO), Ricardo Mellão (Novo) e Professor Tito Bellini (PCB) têm 2% cada. Dr. Azkoul (DC) soma 1%. Já a candidatura coletiva do PSTU, Mancha Coletiva Socialista, não pontua.

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. A pesquisa ouviu 3,7 mil pessoas entre sexta-feira, 30 de setembro e hoje, 1º de outubro, em 79 municípios paulistas. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número SP-09987/2022.

IPEC

Neste sábado, também foi divulgada a pesquisa do Ipec (ex-Ibope). Os dados apontam que Haddad tem 41% dos votos válidos,  Tarcísio de Freitas, 31% e Rodrigo Garcia, 22%. A pesquisa anterior, divulgada dia 27 de setembro, apontava Haddad (PT) com 34% das intenções de voto, Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Rodrigo Garcia (PSDB), com 24% e 19%, respectivamente.

Leia tudo sobre como votar
Leia tudo sobre as eleições 2022

Veja Também