Copa na Vila Madalena é céu para uns e inferno para outros

Bairro de São Paulo virou espécie de Fan Fest não oficial. Em meio à diversão e paquera, sobram lixo e xixi. Comentários nas redes sociais vão do amor ao ódio
Torcida na Vila Madalena: multidão lota as ruas do bairro, que virou ponto de encontro da Copa (Mario Tama/Getty Images)
Torcida na Vila Madalena: multidão lota as ruas do bairro, que virou ponto de encontro da Copa (Mario Tama/Getty Images)
M
Marina PinhoniPublicado em 24/06/2014 às 16:43.

São Paulo - Bem ou mal, estão falando muito da Vila Madalena. Apesar de não fazer parte dos pontos oficiais da Fifa para a Copa do Mundo, o bairro boêmio de São Paulo foi eleito como o ponto de encontro preferido de brasileiros e estrangeiros na capital.

Desde o início da competição, a região tem sido palco de um verdadeiro carnaval de rua de proporções cada vez maiores. E a paquera rola solta entre os turistas e os paulistanos.

Comerciantes faturam alto com o aumento do movimento, mas também enfrentam problemas com a lotação, principalmente em relação à segurança. Muitos tiveram que instalar grades do lado de fora dos bares para impedir invasões.

A concentração surpreendeu até o prefeito Fernando Haddad, que acabou reforçando a segurança e interditando oficialmente as ruas da região no horário de alguns jogos.

Nesta terça-feira de ressaca após o jogo da Seleção Brasileira contra Camarões, a Vila Madalena ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Enquanto alguns torcedores exaltavam a festa da "união dos povos", moradores reclamaram (e muito) da sujeira, da bagunça e do xixi deixado pelos torcedores foliões.

Nem os 80 banheiros químicos disponibilizados pela prefeitura foram suficientes para aguentar a demanda gerada pelos litros de cerveja consumidos, e toneladas de lixo voltaram a tomar conta do local após a festa desta segunda.

Veja a seguir as demonstrações de amor e ódio que tomaram conta das redes sociais.

Esse turista gostou da festa e prometeu repetir a dose na semana que vem.

Muitos brasileiros e brasileiras foram receptivos com os "gringos", que apareciam em fotos como se fossem celebridades.

Reprodução/Instagram

(Reprodução/Instagram)

<p>
    Esse aqui não desanimou nem após ser furtado.</p>
<blockquote class="twitter-tweet" lang="pt">
    <p>
        Me furtaram mas não que isso tenha me impedido de fazer alguma coisa hahaha Badalo todos os momentos <a href="https://twitter.com/hashtag/tevefurto?src=hash">#tevefurto</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/vilamadalena?src=hash">#vilamadalena</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/tititilelele?src=hash">#tititilelele</a></p>
    — RW (@rafrsantos) <a href="https://twitter.com/rafrsantos/statuses/481448634090029056">24 junho 2014</a>