Com insumo recebido, Fiocruz pode fabricar mais 5 milhões de vacinas

A Fiocruz tem a expectativa de passar de 1 milhão de doses de vacina contra a covid-19 fabricadas por dia ainda neste mês de abril

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu mais 225 litros de insumo para produzir a vacina de AstraZeneca/Oxford contra a covid-19.

O Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) recebido é suficiente para produzir 5,3 milhões de doses da vacina. A Fiocruz confirmou o recebimento nesta sexta-feira, 2, e fará as doses no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos).

A instituição afirma que, com o insumo recebido, consegue garantir a produção de vacinas até maio. Ao todo, há na Fiocruz insumo suficiente para 35 milhões de doses até agora, incluindo a parte já fabricada.

Nos últimos dias, a Fiocruz já havia recebido outros carregamentos de IFA, suficientes para 23,5 milhões de doses. Há ainda outras 11 milhões de doses já sendo produzidas e que estão em processo de controle de qualidade.

Até sexta-feira, a Fiocruz havia entregado ao Ministério da Saúde 8,1 milhões de doses da vacina, sendo 4 milhões importadas prontas da Índia.

Até a última semana de março, foram 4,2 milhões de doses entregues (acima dos 3,8 milhões previstos), incluindo os primeiros dias de abril que encerraram a semana.

Ao todo, a expectativa é entregar ao Ministério da Saúde 100,4 milhões de doses até julho, o que será um desafio. A Fiocruz pretende entregar, segundo cronograma divulgado há duas semanas:

  • 18,8 milhões de doses em abril
  • 21,5 milhões em maio
  • 34,2 milhões em junho
  • 22 milhões em julho

Uma boa notícia na produção é que a Fiocruz atingiu 900.000 doses fabricadas por dia em sua fábrica. Há ainda a expectativa de chegar a 1,2 milhão neste mês de abril após testes para o início de um novo turno de fabricação. 

No momento, a Coronavac feita no Instituto Butantan responde por quase nove entre dez vacinas aplicadas no Brasil.

Brasil tem 19 milhões de vacinados

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou nesta sexta-feira, 2, a 18,8 milhões, o equivalente a 8,9% da população total. Nas últimas 24 horas, 269.591 pessoas receberam a vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 20 estados.

Desse total, 5,2 milhões receberam a segunda dose, 2,49% da população com a vacinação completa contra o novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, 48.479 pessoas receberam essa dose de reforço.

Em termos proporcionais, o Mato Grosso do Sul é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 11,34% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada no Mato Grosso, onde 5,41% receberam a vacina.

Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (4,72 milhões), seguido por Bahia (1,68 milhão) e Minas Gerais (1,61 milhão).

(Com Estadão Conteúdo)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também