Brasil

Citi aponta outros três aeroportos na mira da privatização

Para o banco, aeroportos de Confins, em Belo Horizonte, Galeão, no Rio de Janeiro e o Pinto Martins, em Fortaleza, são os mais cotados para ir a leilão

Aeroporto de Confins, em Minas Gerais, está entre os três mais cotados para privatização (Arquivo)

Aeroporto de Confins, em Minas Gerais, está entre os três mais cotados para privatização (Arquivo)

DR

Da Redação

Publicado em 16 de fevereiro de 2012 às 12h28.

São Paulo – Relatório do banco Citi aponta os aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, de Confins, em Belo Horizonte, e o Pinto Martins, em Fortaleza, como os três próximos mais cotados para a privatização até a Copa 2014 (veja tabela abaixo). 

Os três têm, segundo o banco, características em comum que tornam altamente provável sua concessão, à semelhança do que aconteceu com os aeroportos de Guarulhos, Campinas e Brasília, já privatizados.

“Estes aeroportos têm necessidade de investimentos pesados em sua infraestrutura, elevadas taxas de utilização e crescimento anual de dois dígitos no volume de passageiros. Além disso, todos estão em cidades importantes para a Copa do Mundo de 2014”, diz relatório do Citi.

Além disso, os aeroportos do Rio e de Fortaleza são importantes destinos turísticos. O elevado fluxo de passageiros nestes dois locais, de acordo com o banco, dá mais garantia aos possíveis consórcios de que haverá uma geração de receita que compensa os riscos.

Mais cautela

O Citi comenta que o tom dos próximos leilões tende a ser mais cauteloso do que o observado na concessão de Guarulhos, Viracopos e Brasília.

“Notamos que o consórcio Invepar, formado por três fundos de pensão estatais e uma construtora, ganhou o leilão pelo aeroporto de Guarulhos graças ao ágio elevado de seu lance. Em nossa opinião, um cético poderia dizer que o governo brasileiro leiloou Guarulhos para si mesmo”, observa o banco.

Aeroporto Potencial de privatização Destino popular para turismo Tráfego de passageiros (2011) Taxa de uso da capacidade (2011)
Belo Horizonte - Confins Alto Não 9,5 milhões 93%
Rio de Janeiro - Galeão Alto Sim 14,9 milhões 86%
Salvador Baixo Sim 8,3 milhões 65%
Porto Alegre Baixo Não 7,8 milhões 65%
Curitiba Médio Não 6,9 milhões 89%
Recife Baixo Sim 6,3 milhões 38%
Fortaleza Alto Sim 5,6 milhões 91%
Manaus Médio Sim 3,0 milhões 47%
Cuiabá Médio Sim 2,5 milhões 106%
Acompanhe tudo sobre:Aeroporto de GuarulhosAeroportosAeroportos do BrasilGaleãoInfraestruturaSetor de transporteTransporte e logísticaTransportestransportes-no-brasil

Mais de Brasil

Lula assina decreto reajustando Bolsa Atleta em 10,86%

Base Aérea de Canoas funcionará 24 horas por dia

Mísseis de longo alcance dos EUA na Alemanha apontam para um retorno à 'guerra fria', diz Kremlin

Mais na Exame