Cidade do Rio de Janeiro tem 28 mil vacinas que vencem amanhã

Mais de 3 milhões de pessoas estão aptas a se vacinarem
 (Eduardo Frazão/Exame)
(Eduardo Frazão/Exame)
A
Agência Brasil

Publicado em 01/08/2022 às 16:27.

Última atualização em 01/08/2022 às 16:32.

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS) tem 28 mil doses da vacina AstraZeneca contra a covid-19 que só podem ser usadas até amanhã (2), por ser o último dia em que estarão dentro do prazo de validade. E na cidade, há mais de 3 milhões de pessoas que podem receber as doses por não terem completado seus esquemas vacinais contra o SARS-CoV-2.

A vacina AstraZeneca pode ser aplicada apenas em adultos, com idade a partir de 18 anos, e pode fazer parte tanto do esquema básico de vacinação — primeira e segunda dose — quanto dos reforços.

No município do Rio de Janeiro, todos os maiores de 18 anos já podem receber as duas doses de reforço, respeitando os intervalos de ao menos quatro meses entre as doses. Apesar disso, a maior parte dos jovens adultos não recebeu todas as doses de reforço indicadas para suas faixas etárias e poderiam ser imunizados com essas vacinas que correm o risco de serem descartadas.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Calendário de vacinação do Rio de Janeiro

Mais de 523 mil pessoas entre 30 e 39 anos de idade receberam apenas a primeira dose de reforço, e 385 mil pessoas tomaram apenas o esquema básico, de duas doses ou dose única. Esse contingente chega perto de 1 milhão, se somada às 83 mil pessoas de 30 a 39 anos que só se vacinaram com a primeira dose.

Também poderiam receber essas doses mais de 1 milhão de jovens de 20 a 29 anos de idade, quase 800 mil pessoas de 40 a 49 anos, e mais de 500 mil com 50 a 59 anos. Essas pessoas tomaram apenas uma dose de reforço, não tomaram nenhuma ou ainda estão com apenas a primeira dose registrada nos cartões de vacinação.

O prazo desses e outros lotes da vacina contra a covid-19 produzidos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) era inicialmente de seis meses, mas foi ampliado pelo Ministério da Saúde para nove meses. Com a mudança, as vacinas, que venceriam em maio, poderão ser usadas até amanhã.

Na semana passada, o Rio de Janeiro ampliou para toda a população adulta a possibilidade de tomar duas doses de reforço. Quando a decisão foi tomada, o número de vacinas que vence amanhã (2) era de 70 mil, o que mostra que mais de 40 mil pessoas receberam esse imunizante na quinta-feira (28), sexta-feira (29) e sábado (30).

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, caso sobrem doses fora do prazo de validade, há protocolos rígidos para coleta das vacinas nos postos e descarte da forma adequada, seguindo as normas da Vigilância Sanitária e do Ministério da Saúde, o que evita qualquer possibilidade de uso equivocado fora da validade.

(Agência Brasil)

LEIA TAMBÉM:

Extrema vive boom, vira berço do e-commerce e enfrenta déficit habitacional

Brasil receberá antiviral para combate à varíola dos macacos, diz Queiroga