Chuvas em SP provocam alertas para alagamentos; saiba mais

Veja a previsão de clima para os próximos dias na capital paulista
Chuva em SP: possibilidade de alagamentos é alta nesta quarta-feira, 28 de setembro (Nikada/Getty Images)
Chuva em SP: possibilidade de alagamentos é alta nesta quarta-feira, 28 de setembro (Nikada/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 28/09/2022 às 10:45.

Após as quedas de árvores e os alagamentos registrados entre a tarde e a noite de terça-feira, 27, a capital paulista amanheceu com dia chuvoso, o que eleva o potencial para a formação de novos alagamentos, deslizamentos de terra e transbordamentos de córregos e rios, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura.

A Climatempo também alerta que a formação de áreas de instabilidade com chuva volumosa, reforçadas por uma nova frente fria, devem permanecer em São Paulo, Rio de Janeiro, centro-sul de Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso do Sul.

"Uma semana marcada por chuva frequente e com possibilidade para alguns eventos de temporal, em Mato Grosso do Sul, no Paraná, em São Paulo, no Rio de Janeiro e no centro-sul de Minas Gerais", informou a Climatempo, que também não descarta a possibilidade de alagamentos, enchentes e deslizamentos de terra. Há um alerta elevado para volumes de 30 a 70 mm, chuva persistente e muitos temporais.

Assim como no dia anterior, a capital paulista amanheceu nesta quarta-feira, 28, com tempo instável. De acordo com o CGE, os termômetros devem variar entre 15ºC e 17ºC, em mais um dia frio e chuvoso.

 Receba as notícias mais relevantes do Brasil e do mundo toda manhã no seu e-mail. Cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Pontos de alagamento

De acordo com o Corpo de bombeiros, entre 0h e 7h55 desta quarta foram atendidas nove ocorrências para queda de árvores na capital e região metropolitana, em razão das chuvas. Não há registros de feridos.

Ocorrências semelhantes também já tinham sido registradas na noite de segunda-feira, após as fortes chuvas. As regiões leste, sudeste e oeste da cidade foram as mais atingidas. Nestas localidades choveu de 40 a quase 70 mm em 12 horas.

Foram contabilizados 28 pontos com alagamentos até a meia-noite na capital paulista durante o primeiro temporal da primavera, maior quantidade desde o dia 15 de março, quando foram registrados 30 pontos com alagamento, conforme lembrou a Climatempo.

O grande volume de água também provocou o transbordamento do córrego Franquinho e do Rio Verde, ambos na zona leste da capital. Choveu forte também em cidades do interior e do litoral paulista.

Temperatura nos próximos dias

Segundo a Climatempo, apesar do afastamento da frente fria durante a quinta-feira, 29, a área de instabilidade vai continuar se formando ou avançando sobre o Estado de São Paulo até o fim de semana.

Nesta quarta-feira, o cenário atmosférico não muda e a condição de tempo fechado e chuvoso permanece sobre o Estado. Na capital, a temperatura deve variar entre 13ºC e 17ºC, o que mantém a sensação de frio no decorrer do dia.

No período da noite, há potencial para novos alagamentos e elevação dos rios e córregos da região metropolitana de São Paulo, incluindo a capital paulista.

Em razão do frio intenso, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) também mantém o estado de atenção para baixas temperaturas em toda a capital paulista desde domingo, 25.