Chuva alaga Maracanã e visita de da Fifa é cancelada

Palco da final da Copa do Mundo está com as obras atrasadas e foi novamente citado pelo secretário-geral da Fifa como a maior preocupação da entidade

Rio de Janeiro - A chuva forte que atingiu o Rio de Janeiro na noite de terça-feira alagou o estádio do Maracanã e seus entornos e provocou o cancelamento da última visita de inspeção operacional da Fifa ao estádio antes da Copa das Confederações, que aconteceria nesta quarta-feira.

O Maracanã, palco da final da competição que acontece de 15 a 30 de junho, está com as obras atrasadas e foi novamente citado pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, que está no Brasil esta semana, como a maior preocupação da entidade no momento.

O prazo inicial de conclusão das obras era dezembro de 2012. Após seguidos adiamentos, a entrega do estádio está prevista agora para maio, apenas semanas antes do início da competição preparatória para o Mundial de 2014.

Imagens aéreas de TV mostraram o local onde será o futuro campo do estádio totalmente alagado, assim como bastante lama no entorno. Operários trabalhavam na recém-instalada lona de cobertura para tentar remover o acúmulo de água.

Na noite de terça-feira, a chuva alagou a região da praça da Bandeira, um dos principais acesso ao estádio, além de várias outras áreas da cidade.

"Informamos que, em razão das fortes chuvas que atingiram a cidade do Rio de Janeiro na noite de terça-feira, a visita operacional das equipes da FIFA e do COL ao Maracanã foi cancelada", informou o comitê organizador local da Copa de 2014 (COL), em nota.

"A delegação segue nesta quinta-feira para Recife, onde inicia o tour pelos demais estádios da Copa das Confederações da Fifa." A visita operacional, que não trata de avaliação das obras, não tem ligação com a visita de Valcke ao Brasil esta semana. O dirigente, que esteve na terça-feira em Recife e nesta quarta visita Belo Horizonte, estará na quinta no Rio, onde deve ir ao Maracanã.

Valcke disse em Recife que o Rio de Janeiro é a cidade "que mais preocupa a Fifa".

"A data de entrega é muito importante para testar (os estádios) antes de iniciar. Maio é tarde, e isso pode ser muito prejudicial para a Fifa, para a Copa do Mundo e para o Brasil", afirmou.

No dia 2 de junho, o Brasil vai enfrentar em amistoso a seleção da Inglaterra, em jogo que marcará a reabertura do estádio depois de pesadas obras de remodelagem que começaram em 2010. A obra está orçada em cerca de 900 milhões de reais.

De acordo com dados do governo estadual, 87 por cento da obra foi concluída e o estádio estará pronto em abril.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.