Cemig confirma que avião com Marília Mendonça atingiu cabo de energia

Cantora e mais quatro pessoas morreram em acidente aéreo na tarde desta sexta feira em Minas Gerais
 (Reprodução/Instagram)
(Reprodução/Instagram)
Por Agência O GloboPublicado em 05/11/2021 21:06 | Última atualização em 05/11/2021 21:06Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou, nesta sexta-feira, que o avião transportava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas atingiu um cabo da rede elétrica. A artista e os demais ocupantes do voo morreram.

"A Cemig informa que o avião bimotor que transportava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas atingiu um cabo de uma torre de distribuição da Companhia no município de Caratinga", diz o texto.

Marília Mendonça, de 26 anos, morreu na tarde desta sexta-feira após a aeronave na zona rural de Piedade de Caratinga (MG), próximo ao acesso da BR 474. A companhia energética lamentou o acidente.

Marília Mendonça

Marília Mendonça (Instagram/Reprodução)

"A Cemig manifesta seu pesar pelas vítimas do acidente e presta solidariedade a familiares e amigos.

Segundo a equipe da cantora, foram confirmadas as mortes de seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, além do piloto e co-pilto do avião, cujos nomes foram preservados.

O avião caiu numa área de rio e cachoeira perto de uma pousada. Os bombeiros informaram que o acionamento da ocorrência foi feito por volta das 15h30, mas ainda não se sabe a dinâmica do acidente, cujas causas serão apuradas.

A aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, levava a artista para realizar shows naquela região neste fim de semana. Ela havia saído de Goiânia e faria uma apresentação em Caratinga na noite desta sexta-feira. O acidente causou comoção em todo país.

Desde que foi noticiado, fãs demonstram preocupação com mensagens deixadas nas redes sociais da artista que, horas antes, postou em suas redes sociais imagens caminhando até o transporte e, em seguida, uma em seu interior.

"O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais", declarou a corporação em comunicado, acrescentando que, até o momento, três corpos já foram retiradas do avião.

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião, PEC Táxi Aéreo, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros, estava em situação regular e tinha autorização para circulação de Taxi aéreo. De acordo com as primeiras informações, ele transportava outras duas pessoas.

Informações da assessoria

A assessora de imprensa de Marília Mendonça informou, por volta das 16h30, que a cantora e todos que estavam no avião já teriam sido resgatados e estavam bem. Por volta das 16h50, a assessoria voltou a confirmar a informação ao portal g1.

Por volta das 17h15 a assessora disse que havia perdido o contato com o empresário da cantora e que não podia mais confirmar a informação de que ela estava bem. Às 17h45, a assessora informou em nota oficial que a cantora havia morrido.

Leia também: 

Veja Também

Do papel para o streaming
Revista Exame
Há um dia • 5 min de leitura

Do papel para o streaming

Bússola Cultural: semana tem orgulho, Beatles e imigração
Bússola
Há 2 dias • 7 min de leitura

Bússola Cultural: semana tem orgulho, Beatles e imigração