Cassada liminar que impedia reajuste de IPTU em SC

Lewandowski cassou a liminar que impedia a prefeitura de Florianópolis de reajustar o IPTU e o ITBI na cidade

Brasília - O presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, cassou a liminar que impedia a prefeitura de Florianópolis de reajustar o IPTU e o ITBI na cidade. Na decisão, o ministro afirmou que a prefeitura poderia ter um prejuízo de R$ 90 milhões caso não pudesse aumentar o tributo neste ano.

A decisão do ministro Lewandowski, em favor da prefeitura de Florianópolis, é antagônica à proferida pelo ministro Joaquim Barbosa em dezembro no caso de São Paulo. O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, havia recorrido ao STF na tentativa de manter o aumento do IPTU neste ano. Barbosa rejeitou os argumentos da prefeitura e manteve a liminar contra a elevação das taxas concedida pelo TJ-SP. Depois disso, Haddad acabou desistindo do aumento para este ano.

A prefeitura de Florianópolis recorreu ao STF depois que o Tribunal de Justiça de Santa Catarina deferiu liminar suspendendo a eficácia da lei complementar que reajustava o valor da cobrança. A ação foi ajuizada por diversas entidades, como o Sindicato da indústria da Construção Civil da grande Florianópolis (Sinduscon), argumentavam, por exemplo, que o reajuste superava a inflação do período.

No pedido feito ao STF, a prefeitura alegou que haveria um "colapso no sistema financeiro" do município se não houvesse aumento da arrecadação decorrente do aumento de tributos. E acrescentou que a decisão do TJ-SC produziria efeitos irreversíveis caso não fosse derrubada até a próxima semana. Isso porque termina no dia 31 de janeiro o prazo para a confecção dos carnês do IPTU.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.