Casos da covid-19 dobram em SC após reabertura de shoppings e igrejas

Dados analisados pela EXAME mostram crescimento exponencial de mais de 1.000 casos confirmados em Santa Catarina nos últimos dez dias

Há duas semanas, em 21 de abril, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL), tomou a decisão de autorizar a retomada das atividades dos últimos serviços que ainda estavam proibidos de funcionar por conta da pandemia do novo coronavírus: os shoppings, as igrejas e as academias.

O estado ficou em regime total de quarentena por cerca de três semanas e passou, em 13 de abril, a liberar a reabertura gradual da economia, começando pelos trabalhadores autônomos e comércio. Praticamente todos os serviços já voltaram a funcionar, com direito a reaberturas marcadas por aglomerações em shoppings.

As medidas foram tomadas pelo governo apesar de Santa Catarina, assim como todo o Brasil, seguir registrando altas diárias em casos confirmados e nas mortes pela covid-19. Os números da última semana revelam que, agora, o estado pode estar sofrendo por decisões prematuras.

Segundo dados analisados pela EXAME, nesses dez dias desde a reabertura dos shoppings os casos confirmados da doença no estado dobraram, passando de 1.170 pessoas confirmadas em 24 de abril para 2.519 no último balanço desta segunda, 4. Foi um aumento de 1.349 casos confirmados nesse período.

De acordo com os registros, nenhuma semana anterior já havia registrado uma alta tão exponencial. Nas primeiras três semanas desde o aparecimento da doença em SC, em 12 de março, o crescimento médio de infecções confirmadas foi de 137 casos por semana.

Na semana imediatamente anterior ao relaxamento da quarentena (entre 6 e 13 de abril), houve um salto de 359 casos em sete dias. Em seguida, há uma redução para 199 novos infectados no estado. Na ocasião, o próprio governador deu uma declaração afirmando que o isolamento conseguiu “reduzir em cerca de 50% a taxa de contágio, de transmissibilidade”.

Desde o começo da pandemia, o Ministério da Saúde vem afirmando que qualquer medida adotada no combate ao coronavírus só será sentida sempre após 14 dias, que é o tempo máximo de incubação do vírus.

Com o futuro ainda incerto da pandemia em SC, técnicos da pasta avaliam que o estado será o próximo polo de caos no sistema de saúde. Por enquanto, há 52 vítimas da doença.

Blumenau

A cidade que melhor simboliza a expansão da covid-19 em Santa Catarina é Blumenau. A cidade no Vale do Itajaí é a segunda com mais casos confirmados no estado, atrás apenas da capital Florianópolis.

Até o dia 20 de abril foram registrados 79 casos. Nesta data, praticamente todo o comércio da cidade abriu. Um shopping da cidade fez cerimônia de abertura com aglomeração de pessoas, incluindo idosos e crianças, além de instrumentos de sopro para a trilha sonora. 

No domingo, 3, já eram contabilizados 224 infectados pelo coronavírus em Blumenau. A prefeitura decidiu então colocar carros de som nas ruas alertando a população sobre o uso de máscara, obrigatório da cidade, e o isolamento social.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.