'Candidato Padre': frases de Soraya ganham as redes durante debate da Globo

No segundo bloco do programa, a expressão mais destacada foi "padre de festa junina"
Entre os termos não relacionadas ao petebista, se destacaram "direito de resposta", "lei de cotas", "William Bonner", entre outros (MIGUEL SCHINCARIO/Getty Images)
Entre os termos não relacionadas ao petebista, se destacaram "direito de resposta", "lei de cotas", "William Bonner", entre outros (MIGUEL SCHINCARIO/Getty Images)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 30/09/2022 às 18:03.

Última atualização em 30/09/2022 às 18:05.

Levantamento feito pela Quaest sobre o debate presidencial da TV Globo aponta que frases ditas pela candidata Soraya Thronicke (União Brasil) sobre Padre Kelmon (PTB) ficaram entre os termos relacionados ao evento que mais tiveram destaque na internet.

As "nuvens de palavras" feitas pelo instituto mostram que expressões como "padre de festa junina", "candidato padre" e "medo de ir para o inferno" ficaram em alta nas redes durante a exibição do programa, na noite desta quinta-feira, 29. O relatório considera menções no Twitter, Instagram, Facebook, sites e blogs.

No segundo bloco do programa, a expressão mais destacada foi "padre de festa junina". A candidata do União Brasil usou a expressão após afirmar que Padre Kelmon não concedeu nenhuma extrema-unção durante a pandemia. Termos ditos por outros presidenciáveis sobre o candidato do PTB também ficaram em alta, como "fantasiado de padre" e "candidato laranja", usado por Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Fique por dentro de tudo sobre as Eleições 2022 e os resultados das pesquisas eleitorais. Clique aqui e receba gratuitamente a newsletter EXAME Desperta.

Entre os termos não relacionadas ao petebista, se destacaram "direito de resposta", "lei de cotas", "William Bonner", entre outros.

O levantamento mostra ainda que o evento rendeu 16,4 milhões de menções nas redes. Os candidatos mais citados foram Lula, com 40%, e o presidente Jair Bolsonaro (PL), com 39%. Ciro Gomes 9PDT) concentrou 12% das menções; Kelmon, 5%, Simone Tebet (MDB) 2%; Soraya e Felipe d'Avila (Novo), 1% cada.

Todos os candidatos foram citados mais de forma negativa do que positiva, segundo o levantamento. Ciro Gomes foi quem teve o desempenho mais equilibrado: 50,8% das menções falavam mal, 49 2%, bem. D'Avila foi o mais criticado, com 67,2% de comentários negativos.

Leia tudo sobre como votar
Leia tudo sobre as eleições 2022