Brasil registra 3.076 mortes por covid-19 em 24h; total chega a 389.492

Do total de vidas perdidas nas últimas 24 horas, 1.636 foram registradas na região Sudeste

O Brasil registrou 3.076 novas mortes em decorrência da covid-19 nas últimas 24 horas. Com isso, o País acumula um total de 389.492 óbitos pela doença, segundo dados divulgados neste sábado pelo Ministério da Saúde.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importante em tempo real.

Do total de vidas perdidas nas últimas 24 horas, 1.636 foram no Sudeste do País; 530, no Sul; 507 no Nordeste; 236 no Centro-Oeste; e 167 no Norte do Brasil.

No mesmo intervalo, foram contabilizados 71.137 novos casos de covid-19, elevando o total para 14.308.215.

Neste sábado, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, realiza uma entrevista coletiva sobre ações do governo no enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Segundo Queiroga, após semanas de expressiva alta em mortes e casos, a pandemia tem dado os primeiros sinais de arrefecimento no país.

O ministério também fez uma atualização do cronograma de vacinação contra Covid-19.

Vacinados contra covid-19 chegam a 13,7%

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou neste sábado, 24, a 28.969.324, o equivalente a 13,68% da população total. Nas últimas 24 horas, 204.067 pessoas receberam a primeira dose da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Entre os quase 29 milhões de vacinados, 12.499.298 milhões receberam a segunda dose, o que representa 5,90% da população com a imunização completa contra o novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, 237.036 pessoas receberam essa dose de reforço. Somando as vacinas de primeira e segunda dose aplicadas, o Brasil administrou 441.103 doses neste sábado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.