Bolsonaro: "Míriam Leitão vai querer lamber minhas botas"

Jornalista publicou um texto opinativo com críticas ao deputado, que respondeu dizendo que o lugar dela é "no chiqueiro da História"

São Paulo – A jornalista Míriam Leitão, em sua coluna do jornal O Globo de hoje, fez duras críticas ao deputado Jair Bolsonaro, que é pré-candidato à Presidência e tem sido cada vez mais cobrado a dar respostas embasadas sobre a economia brasileira.

O deputado postou sua resposta no Twitter: "Miriam Leitão, a marxista de ontem, continua a mesma. Se eu chegar lá vai querer lamber minhas botas, como fez com todos que chegaram ao Poder. Seu lugar é no chiqueiro da História."

Na coluna opinativa, a jornalista destaca que Bolsonaro foi perguntado sobre a questão da dívida pública, e respondeu que chamaria os credores para conversar. "Essa resposta é tão sem noção que deixou os interlocutores mudos. É preciso desconhecer coisa demais para dar uma resposta dessas. Todos os brasileiros que aplicam em títulos da dívida são credores. Todos os bancos, empresas, órgãos governamentais, não governamentais, cotistas de fundos, compradores de Tesouro Direto, investidores estrangeiros e locais, grandes e pequenos são credores da dívida pública", diz o texto.

Ela diz ainda que o "candidato da extrema-direita pode ser aceito por corretores desavisados, mas nenhum analista sério se deixa convencer apenas pelo fato de que agora ele tem ao lado dele um economista que está falando em privatização".

Míriam Leitão termina o texto argumentando que ainda é muito cedo para que o cenário eleitoral esteja definido, mas que seria ideal que os candidatos não "formatassem ideias artificiais para receber elogios do mercado financeiro".

A jornalista Míriam Leitão foi torturada durante a ditadura, quando estava grávida de um mês. Já o deputado dedicou seu voto, no impeachment de Dilma Rousseff, ao coronel Brilhante Ustra, o primeiro militar a ser reconhecido como torturador.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.