Bolsonaro diz procurar ministro da Educação que tenha autoridade

Presidenciável se diz contra "a filosofia de Paulo Freire" e quer que os currículos escolares sejam mudados

São Paulo - O candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, afirmou que busca um nome que tenha autoridade para comandar o Ministério da Educação. "Estou procurando alguém para ser ministro da Educação que tenha autoridade. Que expulse a filosofia de Paulo Freire. Que mude os currículos escolares", disse, e emendou: "para aprender química, matemática, português, e não sexo".

As falas foram durante entrevista à Rádio Jovem Pan, na tarde desta terça-feira, 9.

Na ocasião, Bolsonaro fez duras críticas ao PT que, segundo ele, tem interesse em manter uma desinformação na sociedade para prendê-las ao Bolsa Família.

Mesmo com a crítica, Bolsonaro disse que pretende ampliar esse programa social, mas combater desvios.

O candidato também afirmou que costuma ser chamado de extremista, mas que, na verdade, seus oponentes que são. "Os apaixonados pela Venezuela, por Cuba, são eles", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.