Bolsonaro afirma que decreto contra medidas restritivas está pronto

Presidente náo confirmou se ele será ou não editado; na quarta-feira, havia dito que 'nenhum tribunal' poderia contestar medida

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que um decreto contra medidas restritivas que ele estuda publicar já está pronto, mas não confirmou se ele será ou não editado. Na quarta-feira, ao falar pela primeira vez sobre o possível decreto, Bolsonaro havia dito que "nenhum tribunal" poderia contestá-lo. Agora, disse que, caso seja editado, "todos cumprirão".

— Se baixar um decreto, que já está pronto, todos cumprirão. Por que todos cumprirão? Porque esse decreto nada mais é que a cópia dos incisos do artigo 5º da Constituição que todos nós juramos defendê-la — disse Bolsonaro, durante evento para inaugurar uma ponte entre Rondônia e Acre.

Desde o início da pandemia da covid-19, Bolsonaro é um crítico de medidas restritivas tomadas por governadores e prefeitos. Apesar do objetivo dessas medidas ser diminuir o contágio do novo coronavírus, o presidente critica os efeitos econômicos delas.

Bolsonaro considera que essas medidas desrespeitam alguns direitos estabelecidos no artigo 5º da Constituição, como o direito de locomoção, o livre o exercício do trabalho e o livre exercício dos cultos, e por isso tem falado na possibilidade de editar um decreto para reforçá-los.

O presidente, que frequentemente fala em "meu Exército", voltou a usar a expressão nesta sexta-feira, e ainda acrescentou "minha Marinha" e "minha Aeronáutica", para dizer que as Forças Armadas irão jogar "dentro das quatro linhas da Constituição"

— Minha Marinha, o meu Exército e a minha Aeronáutica jogam dentro das quatro linhas da Constituição — disse Bolsonaro, acrescentando depois: — Mas também não admitiremos quem queria jogar fora das quatro linhas da nossa Constituição.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importante em tempo real.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.