Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Barroso dá 15 dias para Bolsonaro explicar declaração sobre OAB

Contradizendo documento oficiais, presidente afirmou que Fernando Santa Cruz foi morto por correligionários na década de 1970

Modo escuro

Continua após a publicidade
Barroso: ministro deu prazo de 15 dias para presidente se explicar, se quiser (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Barroso: ministro deu prazo de 15 dias para presidente se explicar, se quiser (Fernando Frazão/Agência Brasil)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 1 de agosto de 2019 às, 18h04.

Última atualização em 1 de agosto de 2019 às, 18h08.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu nesta quinta-feira, 1, um prazo de 15 dias para o presidente Jair Bolsonaro, "querendo", apresentar esclarecimentos sobre a morte do desaparecido político e integrante do grupo Ação Popular (AP) Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira - pai do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe de Santa Cruz.

Nesta semana, Bolsonaro apresentou uma versão sobre a morte do militante que não tem respaldo em informações oficiais. O presidente da OAB acionou então o Supremo para cobrar esclarecimentos de Bolsonaro.

Bolsonaro afirmou na última segunda-feira, 29, que Fernando Santa Cruz foi morto por correligionários na década de 1970. A declaração contraria uma lei vigente e uma decisão judicial que reconhecem a responsabilidade do Estado brasileiro no sequestro e desaparecimento do então estudante de Direito, em 1974.

Para o presidente da OAB, que tinha dois anos quando o pai foi morto, é "intolerável" que Bolsonaro procure "enxovalhar a honra de quem fora covardemente assassinado pelo aparelho repressivo estatal".

Ele destaca que relatório da Comissão Nacional da Verdade, criada no governo Dilma Rousseff para esclarecer violações de direitos humanos praticadas de 1946 a 1988, concluiu que seu pai "foi preso e morto por agentes do Estado brasileiro e permanece desaparecido, sem que os seus restos mortais tenham sido entregues à sua família".

"O pedido de explicações, previsto no art. 144 do Código Penal, tem por objetivo permitir ao interpelado esclarecer eventuais ambiguidades ou dubiedades dos termos utilizados. Assim, como de praxe nesses casos, notifique-se o interpelado, o Sr. Presidente da República, para, querendo, apresentar resposta à presente interpelação, no prazo de 15 dias", determinou Barroso.

Informações

Ao recorrer ao Supremo, o presidente da OAB pede a Bolsonaro explicações para os seguintes pontos: se o presidente confirma a afirmação a veículos de imprensa de que Fernando Santa Cruz foi assassinado por integrantes da Ação Popular, e não por militares.

E questiona se o presidente da República efetivamente tem conhecimento das circunstâncias, locais, fatos e nomes das pessoas que causaram o desaparecimento forçado e assassinato do militante; em caso positivo, quais informações detém, como as obteve e como as comprova; se sabe e pode nominar os autores do crime e onde está o corpo; em caso afirmativo, a razão por não ter denunciado ou mandado apurar a conduta criminosa revelada.

Últimas Notícias

Ver mais
Cigarros eletrônicos: Anvisa estuda revisar proibição; para AMB, liberação seria retrocesso

Brasil

Cigarros eletrônicos: Anvisa estuda revisar proibição; para AMB, liberação seria retrocesso

Há 3 horas

Brasil assume presidência do G20 pela 1ª vez nesta sexta-feira; saiba o que esperar

Brasil

Brasil assume presidência do G20 pela 1ª vez nesta sexta-feira; saiba o que esperar

Há 3 horas

Greve de ônibus: prefeitura de SP entra na Justiça contra possível paralisação

Brasil

Greve de ônibus: prefeitura de SP entra na Justiça contra possível paralisação

Há 13 horas

STF decide que Correios podem abrir correspondências em caso de suspeita de crime

Brasil

STF decide que Correios podem abrir correspondências em caso de suspeita de crime

Há 14 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Poupança, CDB ou conta que rende? O que especialistas dizem sobre as aplicações
Minhas Finanças

Poupança, CDB ou conta que rende? O que especialistas dizem sobre as aplicações

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais