Doria anuncia aumento de 20% para policiais e profissionais da saúde

As demais categorias vão receber 10% de reajuste. O valor a mais nos salários vale para ativos e aposentados. Projeto ainda precisa passar pela Alesp
Profissionais de saúde estão na linha de frente no combate à covid-19 (Reuters/Amanda Perobelli)
Profissionais de saúde estão na linha de frente no combate à covid-19 (Reuters/Amanda Perobelli)
Por Gilson Garrett JrPublicado em 10/02/2022 13:38 | Última atualização em 10/02/2022 14:07Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 10, um aumento de 20% para policiais e profissionais de saúde a partir do dia 1º de março. As demais categorias vão receber 10% de aumento. O valor a mais nos salários vale para ativos e aposentados.

O aumento ainda precisa passar pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). O governo paulista vai encaminhar a proposta aos deputados estaduais e diz que já conversou com os parlamentares para garantir que o projeto seja aprovado.

"Fizemos tudo o que foi possível para ter este aumento, para garantir responsabilidade fiscal, jurídica, administrativa e para garantir o reconhecimento a todos os servidores do estado de São Paulo", disse Doria em entrevista coletiva.

Como fica o reajuste de algumas categorias. (Governo de SP/Divulgação)

O governador ainda disse que o aumento maior à Saúde e à Segurança Pública é uma forma de valorizar os profissionais que estiveram na linha de frente durante a pandemia de covid-19.

O aumento aos mais de 540 mil servidores do estado terá um impacto de 6 bilhões de reais por ano no caixa paulista. De acordo com o governo, o estado tem superávit orçamentário graças a um plano de reestruturação, que contou com o fim de diversas estatais, reestruturações, além do plano de concessões ao longo dos últimos três anos. A economia, nas contas do governo, foi de 16 bilhões de reais por ano.