Atos pela democracia ocorrerão amanhã em 50 cidades de todos os estados do Brasil

A manifestação se estenderá ao exterior, em Amsterdã, e cidades dos Estados Unidos, como Nova York
Atos: Às 11h, haverá a leitura da Carta às Brasileiras e aos Brasileiros - Estado Democrático de Direito Sempre. A carta conta com aproximadamente 900 mil assinaturas (Heuler Andrey/AFP/Getty Images)
Atos: Às 11h, haverá a leitura da Carta às Brasileiras e aos Brasileiros - Estado Democrático de Direito Sempre. A carta conta com aproximadamente 900 mil assinaturas (Heuler Andrey/AFP/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 10/08/2022 às 17:17.

Os atos pela democracia marcados para amanhã, 11, ocorrerão em 50 cidades brasileiras de todos os estados e no Distrito Federal a maioria em faculdades de Direito de universidades públicas e privadas. A manifestação se estenderá ao exterior, em Amsterdã, e cidades dos Estados Unidos, como Nova York.

A carta em defesa da democracia, dos tribunais superiores e do Estado Democrático de Direito, organizada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), é uma resposta aos ataques sistemáticos feitos pelo presidente e candidato à reeleição pelo PL, Jair Bolsonaro, ao sistema eleitoral brasileiro.

Em São Paulo, a Faculdade de Direito, no centro, terá dois atos. Às 10h, será realizada a leitura do manifesto Em Defesa da Democracia e Justiça, apoiado por mais de cem entidades da sociedade civil e empresariais de diversos setores, como Fiesp, Febraban, Fecomércio-SP, centrais sindicais, OAB São Paulo, USP, Unicamp, Cebri, WWF, Greenpeace, Iedi, Abdib, PróGenéricos e Fundação Fernando Henrique Cardoso.

Às 11h, haverá a leitura da Carta às Brasileiras e aos Brasileiros - Estado Democrático de Direito Sempre. A carta conta com aproximadamente 900 mil assinaturas. Além de juristas e advogados, empresários e artistas devem participar dos atos na USP. Telões serão colocados no Largo de São Francisco, em frente à Faculdade de Direito, sob a expectativa de grande participação popular.

"Queremos provocar uma convulsão de cidadania, uma eclosão dessa corrente do bem que quer estabilidade e quer que a nossa democracia vingue, seja respeitada, amadureça e que a vontade soberana do povo que vai ser expressada nas urnas seja rigorosamente respeitada por todos e quaisquer partícipes", afirmou a advogada Raquel Preto, integrante do grupo de trabalho da Diretoria da Faculdade de Direito da USP que organiza as manifestações.

No Rio, além da leitura da carta no mesmo horário, está prevista uma manifestação em defesa do processo eleitoral, contra cortes na educação e contra o governo Bolsonaro na Candelária, no centro do Rio, às 16h.

Além da USP, a carta será lida nas faculdades de Direito das seguintes universidades: Universidade Federal do Piauí, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Unesp Botucatu, Unipampa, Universidade Federal do Amazonas, Universidade de Brasília, Universidade Federal de Ouro Preto, Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal do Vale do São Francisco, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, PUC- Rio, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal da Bahia, Universidade Rural do Rio de Janeiro, Universidade Federal do Pará, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Unifor (Fortaleza), Unicamp, Universidade Federal de Uberlândia. Também será lida por coletivos feministas do Rio e na Casa do Jornalista, em Belo Horizonte.

LEIA TAMBÉM: 

Carta pela democracia será lida no Largo São Francisco em SP e na PUC-Rio

Alexandre de Moraes é convidado para prestar informações sobre inquérito das fake news

Veja Também

Silvia Adrião: Política é papo de criança!
Um conteúdo Bússola
Há 6 dias • 4 min de leitura

Silvia Adrião: Política é papo de criança!

Edson Vismona: A independência com interdependência
Um conteúdo Bússola
Há uma semana • 4 min de leitura

Edson Vismona: A independência com interdependência

Apoiadores de Bolsonaro ocupam Avenida Paulista
Brasil
Há 3 semanas • 3 min de leitura

Apoiadores de Bolsonaro ocupam Avenida Paulista

Bússola Poder: São Judas Tadeu e a eleição
Um conteúdo Bússola
Há 3 semanas • 4 min de leitura

Bússola Poder: São Judas Tadeu e a eleição