Brasil

Ato fecha pista que dá acesso ao aeroporto JK em Brasília

O ato, liderado por manifestantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e servidores da aviação civil, teve apoio de outras entidades, incluindo o MST

Ato no Aeroporto de Brasília: trabalhadores na aviação civil reivindicam 11% de aumento (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Ato no Aeroporto de Brasília: trabalhadores na aviação civil reivindicam 11% de aumento (Antonio Cruz/Agência Brasil)

DR

Da Redação

Publicado em 22 de dezembro de 2014 às 15h59.

São Paulo - Um protesto bloqueou a pista de acesso ao Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, na manhã desta segunda-feira, 22.

O ato, liderado por manifestantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e servidores da aviação civil, teve apoio de outras entidades, incluindo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Os trabalhadores na aviação civil reivindicam 11% de aumento.

Passageiros, pilotos e tripulantes de empresas aéreas precisaram descer de carros e ônibus e seguir a pé até o aeroporto carregando suas bagagens para não perderem seus voos.

O ato, que começou por volta das 7h30, reuniu cerca de 300 pessoas, segundo informações da Polícia Militar.

Acompanhe tudo sobre:Aeroporto de BrasíliaAeroportosAeroportos do BrasilBrasíliaDireitos trabalhistasProtestosProtestos no BrasilTransportestransportes-no-brasil

Mais de Brasil

Enchentes causam mais de R$ 10 bilhões em prejuízos ao Rio Grande do Sul, mostra relatório

SP deve ficar ao menos 6ºC mais quente até 2050, com eventos extremos do clima no estado

Greve INSS: Justiça determina que ao menos 15% das equipes sigam trabalhando nas agências

Mais na Exame