Ato contra Lula em Goiânia reúne cerca de mil pessoas

Protesto, sem incidentes, foi organizado pelo movimento Vem para a Rua - Goiás
Manifestações: atos contra o ex-presidente Lula movimentaram capitais e o Distrito Federal nesta terça-feira (3) (Reuters/Ricardo Moraes)
Manifestações: atos contra o ex-presidente Lula movimentaram capitais e o Distrito Federal nesta terça-feira (3) (Reuters/Ricardo Moraes)
Por Marilia Noleto, do Estadão ConteúdoPublicado em 03/04/2018 21:42 | Última atualização em 03/04/2018 21:42Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Manifestantes protestaram contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no início da noite desta terça-feira, 3, em Goiânia. O ato ocorreu na véspera da sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) que vai retomar o julgamento do habeas corpus de Lula.

Cerca de mil pessoas participaram do protesto, organizado pelo movimento Vem Pra Rua - Goiás. Os participantes ostentavam, em sua maioria, cartazes, bandeiras do Brasil e camisas da seleção brasileira. Em um carro de som, as lideranças bradavam palavras de ordem, que eram correspondidas por gritos dos presentes.

"Foro privilegiado não! STF, respeite a lei! Nenhum réu é especial. Não temos bandidos de estimação, não é isso, gente? Prendam todos!", bradavam. Alguns motoristas ao volante, nas imediações do evento, acatavam e respondiam com buzinaço.

De acordo com o Comandante do Policiamento da Capital (CPC), coronel Ricardo Mendes, a manifestação transcorreu de forma pacífica, sem ocorrências registradas. O maior impacto foi visivelmente no trânsito, naturalmente pesado no horário e local da manifestação.