Curtas - uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

ÀS SETE - A ex-presidente da Argentina e atual senadora Cristina Kirchner afirmou que apoia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado pelo TRF-4

Argentinos apoiam Lula

A ex-presidente da Argentina e atual senadora Cristina Kirchner afirmou, na quarta-feira, que apoia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado pelo TRF-4  a 12 de prisão. Em seu Twitter, Kirchner afirmou que acompanha Lula e o povo brasileiro. O ex-jogador de futebol Diego Maradona também mostrou solidariedade ao ex-presidente e postou uma foto em seu Twitter com uma camisa da seleção brasileira com o nome de Lula. Com a foto, Maradona publicou que “está com Lula”.

Justiça suspende cobrança da Eletrobras

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região suspendeu nesta quarta-feira a devolução de 2,9 bilhões de reais da Eletrobras para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A companhia de energia recorreu da decisão, que determinava o pagamento do valor em até 90 dias. A agência tinha exigido o pagamento sob a alegação de que, entre 2009 e 2016, a estatal teria recebido recursos além do devido da CCC, fundo que subsidia a geração de energia termelétrica.

Às Sete – um guia rápido para começar seu dia

Leia também estas outras notícias da seção Às Sete e comece o dia bem informado:

Relator tem votos para aprovar reforma da Previdência

O relator da reforma da Previdência na Câmara, o deputado Arthur Maia (PPS-BA), afirmou nesta quarta-feira que o governo já tem 275 votos favoráveis à reforma da Previdência. Segundo o relator, o ministro da Secretaria do Governo, Carlos Marun, apresentou números “positivos” em relação à possibilidade de aprovação do texto (275 votos a favor e 60 contra), e por isso o calendário da votação já poderia ser pré-fixado. A decisão, porém, cabe ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

HC treina para transplantes por febre amarela

O Hospital das Clínicas de São Paulo está treinando outros hospitais para a realização de procedimentos de transplantes de órgãos necessários por causa da febre amarela. O HC treinou e capacitou 11 hospitais no Brasil em transplantes desse tipo em  pacientes que sofriam de falência hepática causada pela febre amarela, após contraírem a doença em dezembro do ano passado. Segundo Luiz Carneiro D’Albuquerque, chefe de transplantes de órgãos abdominais do HC, os hospitais correm contra o tempo para realizar os transplantes antes que os pacientes tenham complicações neurológicas, também causadas pela doença.

PT de São Paulo processa Doria

O Partido dos Trabalhadores de São Paulo entrou com um processo por danos morais contra o prefeito João Doria. O partido pede a indenização de 20.000 reais após o prefeito ter chamado o vereador Antônio Donato de desqualificado, assim como todos os agentes do partido, “que assalta o dinheiro público”. Doria fez essa declaração durante uma entrevista ao canal Gazeta neste mês.

Cristiane Brasil: dano eleitoral irreparável

A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) disse a aliados que o impedimento de assumir o cargo de Ministra do Trabalho causou um dano eleitoral irreparável. Segundo o jornal Folha de São Paulo, a deputada vê o risco de não conseguir se reeleger a Câmara dos Deputados, após ter sido impedida de assumir o ministério. Condenada por desrespeitar direitos trabalhistas, a deputada foi impedida pela ministra do Supremo Tribunal Federal Cármen Lúcia, na segunda-feira. Ontem, porém, o presidente Michel Temer afirmou que pretende recorrer ao plenário do Supremo. O jornal ainda disse que a banca do PTB está pressionando o presidente do partido e pai da deputada, Roberto Jefferson, para indicar outro deputado para assumir o ministério. O deputado Alex Canziani (PTB-PR) deverá ser indicado caso o Supremo não libere a nomeação de Brasil até a próxima semana.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.