Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Após a divulgação de imagens que levaram o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, general Marco Edson Gonçalves Dias, a pedir demissão do cargo na tarde desta quarta-feira, 19, lideranças aliadas ao governo na Câmara anunciaram que apoiarão a abertura de uma CPMI para investigar os atos de 8 de janeiro.

A crise no governo teve início na manhã de hoje, 19, quando a CNN Brasil divulgou imagens que mostram o ministro e colaboradores do GSI no Palácio do Planalto durante a invasão do prédio no dia 8 de janeiro.

Apoio não representa o governo, diz líder

O anúncio do apoio à abertura da CPMI que a oposição tenta instalar desde a ocorrência dos atos de 8 de janeiro foi feito pelo Líder do Governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), após uma reunião com líderes de partidos de esquerda. Ele, no entanto, disse que o apoio desses parlamentares não representa um endosso do governo do presidente Lula, uma vez que a prerrogativa de pedido de abertura de uma CPMI é da oposição e não de governo.

“Se o Pacheco fizer a leitura do requerimento na quarta-feira nós vamos colaborar, vamos para dentro e vamos querer que a CPI apure tudo para que a verdade seja cada vez mais explicitada para o país. Acho que esse é o caminho”, disse.

Guimarães ressaltou que as apurações realizadas pela Polícia Federal estão em pleno vapor e que “ninguém mais que o governo quer investigar, doa a quem doer. "Essa narrativa de que o governo está por trás para nós não cola, porque você tem vídeos de parlamentares até fomentando, articulando e fazendo as presepadas do dia 8 que feriu de morte a democracia”, afirmou.

Na avaliação dele, “o vídeo que foi divulgado hoje é o retrato de como os bolsonaristas agiam dentro e fora do governo”. E que o general Gonçalves Dias “que pediu afastamento para facilitar as investigações é o exemplo de que ele estava cercado de bolsonaristas que fizeram essa ação na tentativa de criminalizar o governo”.

Contudo, Guimarães disse que não haverá assinatura de parlamentares que apoiam o governo no pedido de requerimento para a instalação da CPMI. De acordo com ele, a oposição já tem o número de signatários necessários. A expectativa é que a leitura do requerimento para instalação da Comissão Mista de Inquérito Parlamentar seja feita na próxima quarta-feira, 26, em sessão do Congresso Nacional.

Créditos

Últimas Notícias

ver mais
Morre o carnavalesco Max Lopes, o mago das cores
Brasil

Morre o carnavalesco Max Lopes, o mago das cores

Há 5 horas
SP registra 36,5ºc e tem a maior temperatura da história para setembro
Brasil

SP registra 36,5ºc e tem a maior temperatura da história para setembro

Há 7 horas
Após 15 anos, primeiro-ministro do Vietnã visita o Brasil
Brasil

Após 15 anos, primeiro-ministro do Vietnã visita o Brasil

Há 8 horas
Paulistano enfrenta congestionamento na volta do litoral a SP
Brasil

Paulistano enfrenta congestionamento na volta do litoral a SP

Há 9 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais