Após intervenção de Bolsonaro, Ibaneis Rocha e Flávia Arruda oficializam chapa no DF

Ibaneis Rocha (MDB) oficializa neste domingo sua candidatura à reeleição e Flávia Arruda (PL) será a candidata ao Senado
O lançamento da chapa entre MDB, PP e PL foi possível após intervenção de Bolsonaro (PL) (Marcos Corrêa/PR/Flickr)
O lançamento da chapa entre MDB, PP e PL foi possível após intervenção de Bolsonaro (PL) (Marcos Corrêa/PR/Flickr)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 31/07/2022 às 11:08.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), oficializa neste domingo sua candidatura à reeleição, com a deputada Celina Leão (PP) na vice. A ex-ministra e deputada Flávia Arruda (PL) será a candidata ao Senado. O lançamento da chapa entre MDB, PP e PL foi possível após intervenção direta do presidente Jair Bolsonaro (PL), que rifou Damares Alves (Republicanos), ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, pré-candidata ao Senado, para evitar a divisão do palanque bolsonarista no DF.

A convenção dos três partidos acontece hoje no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. O espaço está lotado de apoiadores com bandeiras e tambores, além de candidatos a deputados distritais e federais. Ibaneis e Flávia ainda não chegaram.

Chama atenção a ausência de fotos de Jair Bolsonaro, que avalizou a chapa a ser hoje homologada. Banners e painéis destacam apenas as imagens de Ibaneis, Flávia e Celina. No plano nacional, o MDB de Ibaneis tem candidata própria à Presidência da República, a senadora Simone Tebet (MS).

A presença de Bolsonaro no ato político é considerada improvável. Apesar de ter viajado a Goiânia, na sexta-feira, e a São Paulo, ontem, para reforçar as convenções dos candidatos a governador Major Vitor Hugo (PL-GO) e Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP), o presidente deve faltar à convenção do diretório do DF de seu próprio partido, afirmam fontes do PL. Ele está no Palácio da Alvorada, a oito quilômetros do Centro de Convenções, sem compromissos oficiais.

VEJA TAMBÉM:

Pesquisa eleitoral: Lula tem 52% da preferência dos jovens, e empata com Bolsonaro entre mais velhos

Pesquisa governo de SP: Haddad tem 27%; Tarcísio, 17%; França, 14%; e Garcia, 11%

O acordo entre Ibaneis e Flávia foi desenhado em 2021, mas a recuperação dos direitos políticos do ex-governador José Roberto Arruda (PL) causou alvoroço na cena política local. Com apoio de Bolsonaro, Arruda ensaiou tentar um retorno ao governo. Em resposta, Ibaneis lançou chapa com Damares ao Senado, mas retomou o pacto com Flávia após Arruda ceder e aceitar ser candidato à Câmara dos Deputados.