• AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
  • AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
Abra sua conta no BTG

Anac lança formulário para ajudar brasileiros a voltar ao país

Com fronteiras fechadas em boa parte do mundo, a agência reguladora mapeia localidades e se o viajante está em grupo
Coronavírus: governo quer saber onde estão os brasileiros para organizar eventuais operações de resgate (Getty Images/Carol Coelho)
Coronavírus: governo quer saber onde estão os brasileiros para organizar eventuais operações de resgate (Getty Images/Carol Coelho)
Por da redação, com agências de notíciasPublicado em 22/03/2020 10:29 | Última atualização em 22/03/2020 10:29Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A partir deste domingo (22), a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) disponibiliza um formulário online para receber informações de brasileiros que têm passagem aérea comprada e não estão conseguindo voltar para o Brasil.

O cadastro de viajantes servirá de base para que autoridades brasileiras possam viabilizar o retorno ao país de viajantes brasileiros e estrangeiros autorizados que tiveram seus voos cancelados em países que estão com restrições para deslocamento aéreo.

Entre as 15 perguntas do formulário, a agência reguladora mapeia a localidade do viajante e se ele está em grupo. O questionário também pergunta a cidade para onde o interessado deseja retornar para o Brasil e qual a sua companhia aérea.

Alteração de bilhetes

A Anac também detalhou as regras para alteração de passagens aéreas ou reembolso das reservas, com base na Medida Provisória nº 925, editada pelo governo federal na quinta-feira (19). A medida visa dar socorro financeiro às companhias aéreas, que estão sendo fortemente afetadas pela crise do novo coronavírus (Covid-19).

Os passageiros que decidirem adiar a sua viagem em razão do novo coronavírus ficarão isentos da cobrança de multa contratual caso aceitem um crédito para a compra de uma nova passagem, que deve ser feita no prazo de 12 meses contados da data do voo contratado.

O viajante que decidir cancelar sua passagem aérea e optar pelo seu reembolso, observado o meio de pagamento utilizado no momento da compra, está sujeito às regras contratuais da tarifa adquirida, ou seja, é possível que sejam aplicadas eventuais multas. Ainda que a passagem seja do tipo não reembolsável, o valor da tarifa de embarque deve ser reembolsado integralmente. O prazo para o reembolso é de 12 meses.

Confira as orientações aos passageiros aqui. 

Brasileiros no México

Ainda neste sábado, o Ministério das Relações Exteriores emitiu um comunicado orientando que os turistas brasileiros no México antecipem os voos de volta ao Brasil o quanto antes. Devido à pandemia, haverá restrições no espaço aéreo do Panamá e cancelamento de voos pela Copa Airlines, uma das principais companhias que operam o trecho.

Conforme o comunicado do Itamaraty, o espaço aéreo do Panamá será fechado às 23h59 deste domingo por decisão do governo do país.

O Itamaraty orienta que os brasileiros no México entrem em contato com as companhias aéreas imediatamente. Caso tenham dificuldades, devem acionar os plantões das representações do ministério. Os telefones disponibilizados são +52 1 55 3455 3991 e +55 61 98260-0610.

Um diplomata da embaixada brasileira no México foi enviado a Cancún para auxiliar brasileiros nas tratativas com as empresas de transporte aéreo. Os turistas que estão nessa localidade têm conseguido antecipar os voos.

Além disso, como destacou o Itamaraty no comunicado, as autoridades brasileiras estão em contato permanente com Copa, Latam, Aeroméxico, Gol e Avianca "para que as empresas ofereçam alternativas de retorno aos brasileiros que tiveram seus voos cancelados".

(Com informações de Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus:

Veja Também

Brasil tem média diária de 97 mortes por covid-19
Brasil
Há 3 horas • 2 min de leitura

Brasil tem média diária de 97 mortes por covid-19

Cresce suspeita de elo entre vírus de hepatite e covid-19
Ciência
Há 8 horas • 7 min de leitura

Cresce suspeita de elo entre vírus de hepatite e covid-19