Brasil
Acompanhe:

Alckmin nomeia Miriam Belchior para transição e formaliza Gleisi e Mercadante

A nomeação de Miriam Belchior consta de Diário Oficial da União (DOU) extra da quinta-feira, 10, à noite

Além de Belchior, Alckmin ainda nomeou na quinta-feira três outros nomes para cargo especial de transição governamental (Elza Fiúza/Abr/Reprodução)

Além de Belchior, Alckmin ainda nomeou na quinta-feira três outros nomes para cargo especial de transição governamental (Elza Fiúza/Abr/Reprodução)

E
Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2022, 12h00

Coordenador da equipe de transição do futuro governo de Luiz Inácio Lula da Silva, o vice-presidente Geraldo Alckmin, nomeou a ex-ministra Miriam Belchior para exercer cargo especial na equipe de transição, sem ainda especificar qual função assumirá. Como o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) vem informando, porém, a expectativa do setor de infraestrutura é que ela fique à frente dessa área durante o processo de passagem entre o governo atual e o novo.

A nomeação de Miriam Belchior consta de Diário Oficial da União (DOU) extra da quinta-feira, 10, à noite.

Na mesma edição, Alckmin formaliza a participação da presidente do PT, Gleisi Hoffman, do ex-ministro Aloizio Mercadante e do ex-deputado Floriano Pesaro como coordenadores dentro do gabinete de transição. Pesaro será coordenador executivo, Gleisi cuidará da Articulação Política e Mercadante, dos Grupos Técnicos.

De acordo com a publicação, Gleisi e Mercadante irão trabalhar na transição como voluntários, diferentemente dos demais que ganham cargos formais para atuar.

Além de Belchior, Alckmin ainda nomeou na quinta-feira três outros nomes para cargo especial de transição governamental. São eles: Márcio Fernando Elias Rosa, que foi procurador-geral de Justiça de São Paulo; Pedro Henrique Giocondo Guerra; e Fábio Rafael Valente Cabral.

Os nomes anunciados na quinta por Alckmin ainda não foram formalizados no Diário Oficial. Na lista, o coordenador incluiu nomes como os dos ex-ministros Guido Mantega, para o tema Planejamento, Orçamento e Gestão, e Paulo Bernardo, para a área de Comunicação.

LEIA TAMBÉM: