Alckmin nomeia ex-ministros para transição; Carvalho atuará na posse de Lula

Petista Gilberto Carvalho foi chefe de gabinete de Lula e ministro da Secretaria-Geral de Dilma Rousseff
Alckmin e Lula: mais ex-ministros entram para a equipe de transição do governo (Globo/Reprodução)
Alckmin e Lula: mais ex-ministros entram para a equipe de transição do governo (Globo/Reprodução)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 22/11/2022 às 10:30.

Última atualização em 22/11/2022 às 10:30.

O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin nomeou três ex-ministros de Estado para integrar a equipe de transição do novo governo. Edição extra do Diário Oficial da União (DOU) de desta segunda-feira, 21, informa que Inês da Silva Magalhães, que liderou a pasta das Cidades no Governo Dilma Rousseff, Luis Carlos Guedes Pinto, ministro da Agricultura de Luiz Inácio Lula da Silva, e Marcia Helena Carvalho Lopes, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome também no Governo Lula, irão exercer Cargo Especial de Transição Governamental (CETG) Nível IV.

Na mesma edição, Alckmin designou sete membros para compor a Assessoria Especial da Coordenação de Organização da Posse. Dentre os nomes, estão o do petista Gilberto Carvalho, que foi chefe de gabinete de Lula nos oito anos de mandato no Palácio do Planalto e ministro da Secretaria-Geral de Dilma Rousseff, e do diplomata Fernando Luis Lemos Igreja, que já foi embaixador do Brasil nos Emirados Árabes. Também estão no grupo Cassius Antônio da Rosa, Célia Maria Alves, Márcio Tavares dos Santos, Neudicleia Neres de Oliveira e Wagner Caetano Alves de Oliveira.

Em uma terceira portaria, Alckmin designou três servidores do Congresso Nacional, que atuarão como voluntários, para colaborar na Assessoria Especial da Coordenação de Articulação Política do Gabinete de Transição Governamental.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.