• AALR3 R$ 19,72 -0.15
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,50 -0.24
  • ABEV3 R$ 14,78 1.65
  • AERI3 R$ 4,25 13.33
  • AESB3 R$ 10,82 1.69
  • AGRO3 R$ 31,62 -1.37
  • ALPA4 R$ 21,95 0.69
  • ALSO3 R$ 19,82 0.66
  • ALUP11 R$ 26,28 0.11
  • AMAR3 R$ 2,35 5.38
  • AMBP3 R$ 29,64 -0.37
  • AMER3 R$ 23,85 3.47
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,60 4.09
  • ARZZ3 R$ 82,05 -0.53
  • ASAI3 R$ 15,34 -0.90
  • AZUL4 R$ 21,25 2.76
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
  • AALR3 R$ 19,72 -0.15
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,50 -0.24
  • ABEV3 R$ 14,78 1.65
  • AERI3 R$ 4,25 13.33
  • AESB3 R$ 10,82 1.69
  • AGRO3 R$ 31,62 -1.37
  • ALPA4 R$ 21,95 0.69
  • ALSO3 R$ 19,82 0.66
  • ALUP11 R$ 26,28 0.11
  • AMAR3 R$ 2,35 5.38
  • AMBP3 R$ 29,64 -0.37
  • AMER3 R$ 23,85 3.47
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,60 4.09
  • ARZZ3 R$ 82,05 -0.53
  • ASAI3 R$ 15,34 -0.90
  • AZUL4 R$ 21,25 2.76
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
Abra sua conta no BTG

Alckmin, Haddad e França lideram disputa para o governo de São Paulo

Este é o primeiro cenário apontado pela pesquisa Datafolha publicada neste sábado, 18
 (Exame/Fotos: França: Kelly Fuzaro/FlickR. Boulos: Kelly Fuzaro/FlickR. Haddad: Ricardo Stuckert/FlickR. Skaf: Arquivo Pessoal/FlickR. Alckimin: Nelson Almeida/AFP/Getty Images)
(Exame/Fotos: França: Kelly Fuzaro/FlickR. Boulos: Kelly Fuzaro/FlickR. Haddad: Ricardo Stuckert/FlickR. Skaf: Arquivo Pessoal/FlickR. Alckimin: Nelson Almeida/AFP/Getty Images)
Por André LopesPublicado em 18/12/2021 17:00 | Última atualização em 18/12/2021 19:46Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A disputa para o governo do Estado de São Paulo tem como personagens principais o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) e os ex-governadores Márcio França (PSB) e Geraldo Alckmin (sem partido).

Onde Paulo Guedes, Arthur Lira e Joe Biden se encontram? No curso da EXAME, que te mostra como a política mexe com seu bolso e como investir

Alckmin, que recentemente deixou o PSDB e segue sem uma sigla, lidera a pesquisa com 28% das intenções de voto para ocupar o lugar de seu antigo correligionário, o governador João Doria (PSDB), seguido por Haddad (19%), França (13%), e Guilherme Boulos (PSOL, 10%).

O ministro Tarcísio Gomes de Freitas (sem partido), nome testado pelo presidente Jair Bolsonaro, aparece com 5% das intenções de voto, seguido por Arthur do Val (Patriota, 2%). Vinicius Poit (Novo) e Abraham Weintraub (sem partido) aparecem ambos com 1%. Brancos e nulos somam 16%, e 4% não opinaram.

Este cenário não inclui o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB). Segundo a pesquisa, quando o levantamento começou a ser feito, Alckmin ainda estava no PSDB e o instituto não opõe dois nomes da mesma sigla.

Em um segundo cenário, considera-se que Alckmin deixa a corrida, mas França e Boulos permanecem. Nessas condições, o ex-prefeito petista lidera com 28%, acima dos 23% registrados há três meses. Já França permanece com 19%, Boulos oscila de 13% para 11%, Tarcísio, de 6% para 7%, Garcia, de 5% para 6%, Arthur do Val, de 5% para 3%, Weintraub, de 2% para 1%, e Poit fica em 1%. Os votos brancos e nulos são 21%, e 4% não responderam.

Já no terceiro cenário testado pelo Datafolha, simula-se um acordo em que tanto Alckmin quanto Haddad deixam a corrida, supondo que o ex-prefeito concorra ao Senado.

Nessa parte do levantamento, o ex-governador França assume a posição de liderança com os mesmos 28% dos rivais, seguido por Guilherme Boulos com 18%. Tarcísio (9%) empata novamente com Garcia (8%), Arthur do Val fica com 4%, Weintraub, 2%, e Poit, 1%. Os votos brancos e nulos são 25%, e 5% não responderam.

O Datafolha ouviu 2.034 eleitores de 13 a 16 de dezembro, em 70 municípios do Estado. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou menos.