A pandemia acabou? Praias lotam no final de semana; veja fotos

As faixas de areia tanto das praias de Santos como do Rio de Janeiro registraram aglomeração durante todo o domingo

Parece que a pandemia causada pelo novo coronavírus acabou pelo menos nas praias cariocas e paulistas. Uma multidão invadiu o litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro neste domingo, durante o dia de forte sol.

Apesar da flexibilização para o uso das praias, medidas de distanciamento não foram respeitadas e nem foram utilizadas máscaras como medida de proteção contra o coronavírus. As faixas de areia tanto das praias de Santos como do Rio registraram aglomeração durante todo o dia.

As praias da Baixada Santista estão liberadas tanto para banho de mar como para esportes aquáticos e para a prática de esportes individuais. O uso de cadeiras e guarda-sóis é permitido apenas em Peruíbe. No Rio de Janeiro, a permanência na areia é proibida. Ambulantes foram liberados para o retorno das atividades das 7h às 18h, mas sem aluguel de cadeiras e barracas, nem vendas de bebidas alcoólicas.

Apesar da fiscalização com agentes orientando a população sobre as regras, muitos grupos foram vistos fazendo o uso de cadeiras e de guarda-sol nas faixas de areia. 

praia-ipanema-rio Banhistas lotam a Praia de Ipanema, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro, neste domingo

Banhistas lotam a Praia de Ipanema, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro, neste domingo (Wilton Junior/Estadão Conteúdo)

 Nas praias do Leblon e de Ipanema, na zona Sul do Rio de Janeiro, banhistas não se importaram com as regras sanitárias vigentes. 

ipanema-rio-pandemia O decreto municipal liberou os ambulantes e o banho de mar-mas não a permanência na areia

O decreto municipal liberou os ambulantes e o banho de mar-mas não a permanência na areia (Wilton Junior/Estadão Conteúdo)

 

praia-santos-covid-19 Movimentação na Praia do Embaré, Santos, neste domingo, 30 de agosto no período de isolamento social durante a pandemia causada pela covid-19

Movimentação na Praia do Embaré, Santos, neste domingo, 30 de agosto no período de isolamento social durante a pandemia causada pela covid-19 (/)

Rio de Janeiro registra 16.027 mortes por coronavírus

O estado do Rio de Janeiro registrou até este domingo, 30, 16.027 mortes provocadas pelo novo coronavírus, entre os 223.302 casos confirmados. O número de óbitos representa 11 novas vítimas em relação a ontem (29). De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES), há ainda 540 óbitos em investigação e 347 foram descartados. Entre os casos confirmados, 201.715 pacientes se recuperaram da doença.

São Paulo registra 29,9 mil óbitos e 803,4 mil casos

O estado de São Paulo registrou também neste domingo,  29.978 óbitos e 803.404 casos confirmados de covid-19. Entre o total de casos diagnosticados do vírus, 625.203 pessoas estão recuperadas, sendo que 89.645 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 51,3% na Grande São Paulo e 53,9% no estado.

Por faixa etária, a mortalidade é maior entre 70 anos e 79 anos (7.554), seguida pelas faixas de 60 anos a 69 anos (7.080) e 80 anos e 89 anos (6.073). Entre as demais faixas estão os menores de 10 anos (38), de 10 anos a 19 anos (55), 20 anos a 29 anos (247), 30 anos a 39 anos (879), 40 anos a 49 anos (1.999), 50 anos a 59 anos (4.044) e maiores de 90 anos (2.009).mulheres.

Entre as pessoas que já tiveram confirmação para o novo coronavírus estão 374.339 homens e 422.987 mulheres. Não consta informação de sexo para 6.078 casos.

A faixa etária que mais concentra casos é a de 30 anos a 39 anos (190.877), seguida pela faixa de 40 anos a 49 anos (168.562). As demais faixas são os menores de 10 anos (18.585), de 10 a 19 (36.075), de 20 a 29 (133.069), de 50 a 59 (121.812), de 60 a 69 (73.508), de 70 a 79 (37.349), de 80 a 89 (18.091) e maiores de 90 anos (5.034). Não consta faixa etária para outros 442 casos.

Com dados da Agência Brasil

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.