A corrida ao FGTS

O dia foi tumultuado para muitos brasileiros que tentaram sacar contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. As filas começaram a se formar às 4h da manhã em algumas cidades, embora o atendimento nas agências da Caixa Econômica Federal tenha sido iniciado entre 8h e 9h da manhã. Até 11h da manhã desta sexta-feira, 700.000 pessoas já haviam sacado o dinheiro, totalizando 300 milhões de reais.

Sobraram problemas. Trabalhadores enfrentaram longas filas apenas para tirar dúvidas, já que não conseguiram acessar suas contas na internet. Muitos brasileiros que iriam receber o dinheiro de contas inativas de forma automática relataram que o dinheiro não caiu. Outros trabalhadores reclamaram de divergência de valores ao sacar o dinheiro, apontando que receberam menos do que o indicado no sistema de consulta do banco. Um dos repórteres de EXAME Hoje descobriu, no site da Caixa, que seu dinheiro foi sacado no Rio Grande do Sul (ainda não se sabe o que aconteceu).

Em resposta às reclamações em sua página do Facebook o banco disse que houve inconsistência na liberação dos valores e orientou que trabalhadores esperem até a próxima segunda-feira pelo depósito. Caso na segunda o depósito não seja feito ou o problema de divergência de valores persista, a orientação é que o trabalhador vá até uma das agências do banco com identidade e Carteira de Trabalho.

Nesta primeira leva, quase 5 milhões de brasileiros nascidos nos meses de janeiro e fevereiro podem sacar quase 7 bilhões de reais do FGTS. Ao longo do ano, 30 milhões brasileiros poderão sacar valores que, o governo espera, vão injetar 34 bilhões de reais na economia. Isso, claro, se conseguirem de fato sacar o próprio dinheiro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.