Feedback 360: como receber críticas

Muitas companhias têm encorajado o feedback 360 graus, em que os chefes também são avaliados pelos funcionários. Como aproveitar melhor a prática?

Muito se fala da importância do feedback, de como se preparar para avaliar um funcionário, destacar seus pontos fortes e fracos e traçar planos e metas para o seu desenvolvimento dentro da empresa. Difícil? Bastante. Principalmente porque o feedback ainda é percebido como crítica e é comum temer a reação do outro nessas conversas. Como seria, então, receber as temidas críticas?

Muitas companhias têm encorajado o feedback 360 graus, em que os chefes também são avaliados pelos funcionários. O complicador, neste caso, está na dificuldade em aceitar suas próprias carências e reconhecer que é passível ao erro, principalmente, perante o olhar de uma pessoa subordinada.

Como receber bem as críticas e tirar o melhor proveito desta prática?

Assim como dar feedback otimiza a produtividade do negócio, receber um retorno dos colaboradores também é positivo para que todos falem a mesma língua e estejam na mesma página. No entanto, é complicado entender como somos vistos pelo outro, principalmente o outro sendo um membro da sua equipe e que se reporta a você.

Confira como aproveitar melhor essa oportunidade:

  • Escute e não julgue – esteja aberto para ouvir a opinião do colaborador sobre você. Entender como ele pensa diz muito sobre o que ele almeja profissionalmente e indica como ele enxerga o próprio futuro na empresa.
  • Não fique na defensiva – evite, a cada ponto, justificar, interpretar ou interromper, e demonstre receptividade à opinião do colaborador. Desta maneira, conseguirá absorver melhor a mensagem sem tornar o momento ainda mais tenso.
  • Mantenha a postura – Uma conversa baseada no bom senso e postura profissional pode gerar excelentes resultados, melhorando o relacionamento e a confiança.
  • Mantenha o diálogo aberto – Profissionais com boa relação com seus chefes geram resultados positivos e propiciam desenvolvimento. Esteja disponível para conversas, mesmo que informais, e demonstre receptividade às críticas.

O papel do líder é estimular seu funcionário e desenvolvê-lo. Para isso deve conhecê-lo, ouvi-lo, saber seus objetivos, sonhos e fatores de motivação. Saber ouvir e entender como a equipe enxerga o líder, estimula o crescimento de todos e facilita o alinhamento das expectativas. Numa relação de trabalho promissora, uma boa comunicação é imprescindível.

Por Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.