A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Carreiras do futuro: quais são e como se preparar para elas

Aprendizagem contínua e estratégia na contratação são os segredos para que profissionais e empregadores se mantenham competitivos nesse cenário

O mercado de trabalho tem se transformado de uma maneira muito rápida. Cada vez mais vemos funções e processos passando por adaptações de todos os níveis, enquanto profissões surgem da noite para o dia, antes mesmo que as instituições de ensino tenham tempo para desenvolver um curso para elas. Isso sem falar naquelas em que o ensino já está formatado, mas é preciso complementar a aprendizagem por conta própria para não pegar o certificado de conclusão com o conhecimento prático desatualizado.

16 profissões do futuro que devem ganhar força em 2022

A pandemia impulsionou muito esse movimento. O período deu um chacoalhão em profissionais de diferentes áreas e funções, convidando todos a colocar em prática suas habilidades de inovação, adaptabilidade, resiliência e criatividade. Isso aconteceu especialmente com relação aqueles que atuam nas áreas de: Recursos Humanos, que têm suado para manter o engajamento do time e a cultura corporativa; Tecnologia, que lideraram a acelerada transformação digital; Engenharia, tão importantes para tornar a logística das empresas mais eficaz; e Vendas e Marketing, fundamentais para impulsionar o negócio e manter a organização no radar dos clientes.

Nessas áreas, os consultores da Robert Half responsáveis pela produção do Guia Salarial 2022, elencaram 16 profissões do futuro:  

Recursos Humanos

  • People Analytics - responsável pela coleta e análise de dados que servem de insumo para agregar eficiência à gestão de pessoas;
  • Change Management - responsável por mapear, implementar e capitanear as necessidades de mudanças dentro de uma empresa; 
  • Especialista em DEI - responsável por fomentar, implementar e manter vivas as práticas de diversidade, equidade e inclusão;

Tecnologia

  • Desenvolvedor Front-End - profissional que define e desenvolve áreas das aplicações que impactem na experiência do cliente;
  • Desenvolvedor Full Stack - capaz de desenvolver sites, aplicativos e softwares;
  • Pentester - é o famoso hacker do bem, que ajuda as empresas a minimizar as chances de ataques reais aos seus sistemas;
  • Arquiteto de Soluções - aquele que se mantém atento às novidades do mercado para entender quais delas faz mais sentido para quais empresas e modelos de negócio;
  • Especialista em Machine Learning - capaz de criar uma sequência de cálculos e raciocínios similares aos de um cérebro humano; 

Engenharia

  • Piloto de Drone - aquele capaz de executar a tarefa nada simples de captar imagens aéreas estratégicas para a organização;
  • Engenheiro de Georreferenciamento - é dele a função de fazer o mapeamento das informações geográficas de uma determinada área;
  • Engenheiro de Dados - com conhecimento e tecnologias certas, transforma dados desconexos em informações úteis tanto para traçar tendências quanto para oferecer insights para o negócio; 
  • Engenheiro de Inovação - como o próprio nome sugere, atua no planejamento, desenvolvimento e implementação de melhorias em um método, processo, produto ou serviço;

Vendas e Marketing

  • Analista Martech - profissional capaz de elevar os resultados da organização por meio da junção dos seus conhecimentos em marketing e tecnologia;
  • Líder de Live Streamer - especialista no uso de plataformas que transmitem áudio e vídeo em tempo real;
  • Especialista em Estrutura Ligada a Produtos digitais - aquele responsável por definir a melhor organização e composição do ambiente digital e dos itens nele inseridos;

Planejamento: a palavra de ordem de profissionais e empresas para manter a competitividade

Nesse cenário em constante mudança, mais do que nunca, os profissionais precisam assumir o controle da própria carreira, planejando cada passo e adotando a cultura do aprendizado contínuo, ou seja, a busca diária por conhecimento, seja por meio de diferentes conteúdos, cursos ou na troca de ideias com profissionais da área. Às organizações, a recomendação é de fortalecer as ações de atração, seleção e retenção dos melhores talentos, abrindo-se para os diferentes modelos de contratação, como a de profissionais de projetos, e buscando auxílio de uma empresa especializada em recrutamento sempre que se virem diante da necessidade de preencher uma vaga emergencial, estratégica, confidencial ou, ainda, trazer para dentro de casa alguém com um perfil raro ou muito específico.

Não é estratégico esperar o mercado aquecer para fazer esses movimentos. A hora certa é agora.

Aqui neste Blog, você encontra outros artigos sobre carreira, gestão e mercado de trabalho. Também é possível ter mais informações sobre os temas na Central do Conhecimento do site da Robert Half.

*por Fernando Mantovani, diretor-geral da Robert Half para a América do Sul e autor do livro Para quem está na chuva… e não quer se molhar.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também