Shoyu: Um "made in China" que caiu no gosto do brasileiro

A Sakura acaba de desenvolver uma fórmula inédita no mundo para o seu famoso molho de soja

Criado na China 4.000 anos antes de Cristo, o molho de soja shoyu continua ganhando o paladar de consumidores no mundo inteiro. Famoso por temperar pratos tradicionais japoneses, como o sushi e o sashimi, o molho vem tendo mais destaque neste início de século 21 em pratos da culinária ocidental.

Os produtores também salivam diante de um mercado que tem crescido bastante: o de realçadores de sabor de alimentos industrializados. Fabricantes de hambúrgueres e embutidos vêm substituindo os aditivos tradicionais pelo molho de soja, uma alternativa mais saudável.

A Sakura, indústria brasileira de 80 anos que tem 300 produtos no portfólio, acaba de desenvolver uma fórmula para o molho inédita no mundo — a patente foi requerida nos Estados Unidos e no Brasil — e faz o papel de ressaltar o sabor dos alimentos temperados com shoyu.

Obra do engenheiro químico Renato Nakaya, herdeiro do fundador da empresa e presidente da Sakura desde 1984. “A concorrência mundial só aumenta e nós precisamos inovar”, diz o executivo, que, aos 74 anos, se prepara para deixar o dia a dia da operação e passar a compor o conselho de administração.

Para o futuro líder da companhia, ainda a ser escolhido, fica o desafio de continuar criando novidades em um mercado milenar. Em 2019, o faturamento da Sakura cresceu 8% em relação a 2018, para 220 milhões de reais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.