Plataforma de US$ 300 milhões está enferrujando no Paraná

Os administradores até tentaram vendê-la, mas a única proposta que receberam foi de um grupo que queria transformar a plataforma em um motel flutuante

Uma plataforma encomendada pela empresa de estaleiros OSX está encalhada até hoje na zona portuária do Paraná. Em 2011, a empresa criada por Eike Batista encomendou duas plataformas à construtora Techint e cancelou um dos contratos em 2013, quando descobriu que a petroleira OGX não teria o que fazer com os equipamentos.

A outra plataforma já estava quase pronta, após investimentos de 300 milhões de dólares — os administradores até tentaram vendê-la, mas a única proposta que receberam foi de um grupo que queria transformar a plataforma em um motel flutuante. A estrutura ficou no canteiro da Techint no Pontal do Paraná.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também