Mercado brasileiro de ações ainda é um ambiente hostil

Segundo índice criado pela Accenture, o mercado brasileiro está entre os menos desenvolvidos do mundo, atrás de países como Marrocos, Sri Lanka e Jordânia

A bolsa brasileira deu alegrias aos investidores nos últimos meses, mas um estudo exclusivo da consultoria Accenture lembra como é difícil a vida de quem aplica em ações no Brasil. De acordo com um índice criado pela consultoria, o mercado brasileiro está entre os menos desenvolvidos do mundo, atrás de países como Marrocos, Sri Lanka e Jordânia. Nossos problemas, de acordo com a Accenture, são a alta volatilidade, o baixo rendimento e o fato de haver poucos investidores em ações e poucas empresas listadas. Além disso, de 2012 a 2017, o lucro das 50 maiores companhias abertas foi menor do que o custo de capital, o que prejudicou suas ações.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.